Ferraz de Vasconcelos receberá três respiradores do Governo do Estado

Equipamentos permitem a ampliação de leitos de UTI para casos graves de Covid-19 em serviços de saúde localizados em 24 cidades

Da Redação / Foto: Divulgação

O Governo do Estado de São Paulo distribui, nesta semana, mais 100 respiradores para 24 cidades do interior, litoral e Grande São Paulo, incluindo a capital. Os novos equipamentos permitem a abertura de novos leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva) e, assim, garantem atendimento aos casos graves provocados pelo novo coronavírus.

“No total, já distribuímos mais de 3,4 mil respiradores, auxiliando na expansão dos leitos de UTI do SUS em SP” afirma o Secretário de Estado da Saúde de Estado da Saúde, Jean Carlo Gorinchteyn.

Da nova remessa de 100 unidades, 30 serão distribuídos em diversos serviços da capital: Instituto de Infectologia Emílio Ribas (1), Conjunto Hospitalar do Mandaqui (4), Hospital Geral de São Mateus (3), para o Hospital Geral de Guaianases (3), Hospital Geral de Taipas (2), Hospital Geral de Vila Penteado (3), Hospital Geral de Vila Nova Cachoeirinha (2), Hospital Ipiranga (4), Hospital de Heliópolis (4) e Hospital Regional Sul (4).

Ainda na Grande São Paulo, serão enviados mais oito ventiladores, sendo dois para o Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos, três para o Hospital Ferraz de Vasconcelos e três para o Hospital Regional de Osasco.

Já a região da Baixada Santista receberá três respiradores direcionados ao Hospital Guilherme Álvaro, localizado no município de Santos.

A Santa Casa de Misericórdia de Mogi Mirim, na região de São João da Boa Vista, receberá 4 equipamentos, e um vai para o Hospital Fornecedores de Cana, na região de Piracicaba.

Na região de Ribeirão Preto serão destinados três equipamentos para o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão. À região de Franca, serão enviados 3 respiradores ao Pronto Socorro de Miguelópolis, em Miguelópolis.

Na região de Barretos serão destinados três respiradores para a Santa Casa de Colina, na cidade homônima.

Já para a região de São José do Rio Preto serão destinados seis respiradores, sendo um para o Centro de Saúde Novais, um para a Santa Casa de Ibirá, um para o Centro de Saúde Bálsamo, dois para a UPA de Jales e um para a Santa Casa de Populina, em seus respectivos municípios.

Mais três ventiladores vão para a Santa Casa de Piedade, na região de Sorocaba.

Também no interior, a região de Bauru contará com reforço de cinco respiradores: três para a Pronto Socorro de Pirajuí e dois para o Hospital Geral Prefeito Miguel Martin Gualda de Promissão. Outros três vão para o Hospital Regional de Assis, na região de Marília.

O Hospital Estadual de Mirandópolis, na região de Araçatuba, receberá dois respiradores. E, para a região de Presidente Prudente serão 11 equipamentos, todos direcionados à Santa Casa de Presidente Epitácio.

A região do Vale do Paraíba receberá mais 15 equipamentos, sendo cinco para o Hospital Municipal Universitário de Taubaté e cinco para o Hospital de Campanha de Taubaté, ambos no município; além de um para a Prefeitura de Pindamonhangaba e quatro para Hospital Municipal de Queluz.

“Nós estamos distribuindo mais 100 novos respiradores para todo o interior, chegando a 13 regiões do estado de São Paulo. Um montante significativo que pode elevar a capacidade hospitalar de São Paulo a níveis muito contundentes ao longo deste processo de pandemia e atender toda a população paulista,” anunciou em coletiva, o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

A distribuição é técnica e feita para locais com maior demanda de internações por Covid-19 e estrutura para novos leitos, permitindo ampliação da capacidade de atendimento da rede pública de saúde. Para enfrentamento à pandemia, o estado de São Paulo dobrou o número de leitos de terapia intensiva no SUS, ultrapassando 8,1 mil leitos do tipo.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*