GCM de Arujá executa “Operação Divisa” e prende foragido

A ação foi realizada em conjunto com os guardas-civis de Itaquaquecetuba e de Guarulhos; policiais civis e agentes do Departamento de Trânsito de Arujá também participaram

Por Will Siqueira / Fotos e vídeo: Divulgação GCM Arujá

A Secretaria de Segurança Pública e Cidadã de Arujá executou no domingo (5) uma operação que também envolveu os guardas-civis de Guarulhos e de Itaquaquecetuba, e, ainda, agentes do Departamento Municipal de Trânsito e da Polícia Civil de Arujá. Batizada como “Operação Divisa”, a ação prendeu um foragido da Justiça.

A “Operação Divisa” recebeu esse nome exatamente porque aconteceu nas divisas entre as três cidades. Na região do Jardim Aracília (Guarulhos), Califórina (Itaquaquecetuba) e no Jardim Primavera (Arujá).

No Jardim Primavera, os guardas avistaram dois rapazes em uma motocicleta e os abordaram. Segundo a GCM de Arujá, os homens tiveram uma conduta muita suspeita.

Então, durante a abordagem, os guarda-civis constataram que um dos homens tinha em sua ficha um mandado de prisão. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Arujá, onde foi ratificada a voz de prisão.

“Durante a operação, também ocorreu um acompanhamento a uma motocicleta que, ao visualizar o bloqueio, empreendeu fuga. Na abordagem foi constatado que o condutor não possuía habilitação, além de a motocicleta estar sem placa. O veículo foi apreendido”, destaca o secretário de Segurança de Arujá, José Carlos da Silva.

A Secretaria de Segurança Pública e Cidadã divulgou o balanço completo da ação, que contou com a participação de 37 agentes da GCM e dois agentes de trânsito.

BALANÇO TOTAL – A “Operação Divisa” contabilizou, ao todo, um balanço de 149 pessoas abordadas, sendo que 52 veículos e 34 motocicletas foram fiscalizados. Foram registradas, ainda, 16 multas por de infração de trânsito, apreensão de duas motocicletas, de um balão e de dois carretéis. Além da prisão do homem que estava sendo procurado pela Justiça.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*