Governo Mamoru ignora pedido de manutenção em ponte no Miray

Comunidade voltou a procurar o Gazeta Regional para denunciar a omissão por parte da prefeitura; moradores querem solução. Fotos: Renan Xavier
 

 

Por Lailson Nascimento

De Itaquá

 

Moradores do Jardim Miray, em Itaquaquecetuba, voltaram a cobrar solução para a ponte que liga os dois lados da avenida Beira Rio. Ponto movimentado da comunidade, por ser uma das principais travessias dos moradores, a estrutura de alvenaria construída sobre o córrego Três Pontes tem oferecido riscos aos transeuntes. Instalada pelos próprios moradores, a ponte desmoronou durante uma enchente e, desde então, tem sido ‘engolida’ pelas águas do referido córrego. Embora tenha recorrido à Prefeitura de Itaquaquecetuba, a população não recebeu nada mais do que promessas do governo de Mamoru Nakashima (PSDB).

Cerca de 80 famílias que residem na Beira Rio dependem essencialmente da referida ponte. Como não há outro acesso para veículos senão aquele, eles tiveram que se adequar à realidade imposta após o desabamento da travessia. É o caso do comerciante Jailson Gonçalves. Proprietário de um minimercado, ele tem sofrido prejuízos por conta das dificuldades em receber mercadorias. “Tenho que atravessar os produtos nas costas. Como o caminhão não pode atravessar para descarregar na frente do meu comércio, a única opção é carregar nas costas. Isso me atrapalhou demais”, lamentou.

ABRE_Ponte Miray - foto 2 @renanxavierDezenas de moradores se aglomeraram em volta da ponte na ocasião em que a reportagem esteve no bairro. Revoltados com a situação, eles relataram uma série de dificuldades enfrentadas pela população. “Dias atrás, uma mãe quase rachou a cabeça do seu bebê, porque tropeçou no desnível. Isso é um absurdo! Nós só queremos que a prefeitura tome uma providência, porque não dá para continuar assim. Daqui a pouco o período de chuvas volta e, aí, só Deus para nos proteger”, apontou uma moradora, que preferiu não se identificar.

 

Só promessas

O presidente da Associação dos Moradores do Jardim Miray, Alberto Feitosa, também declarou insatisfação com a equipe do governo de Mamoru. Segundo ele, o secretário municipal de Obras, Roberto Kimura, esteve no bairro e garantiu que solucionaria o problema até sábado (21). Ficou só na promessa. “O secretário, mais uma vez, não apareceu por aqui”, disse Feitosa.

Ainda de acordo com o líder comunitário, essa não é a primeira vez que a Prefeitura de Itaquaquecetuba promete solução e não cumpre. “O Mamoru já esteve aqui, técnicos do setor de engenharia já estiveram aqui, a Defesa Civil já esteve aqui, mas não fizeram nada. Estão esperando as casas serem engolidas pelo rio para fazerem alguma coisa”, ironizou.

 

Outro lado

Por conta do feriado prolongado, a prefeitura emendou. Nesse sentido, a Secretaria de Comunicação será procurada na próxima semana para se manifestar acerca do assunto.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*