Homem é detido pela GCM de Arujá após roubar um celular

Agentes da Guarda Municipal realizaram a abordagem no Centro da cidade durante patrulhamento de rotina

Da Redação / Foto: Divulgação

Em patrulhamento de rotina pela região central de Arujá, a GCM (Guarda Civil Municipal) identificou um homem que portava um celular com registro de queixa de roubo. Ele foi detido e autuado pelo crime de receptação.

O caso aconteceu quando uma viatura percorria a Rua Albino Rodrigues Neves. Os agentes viram um homem que demonstrou nervosismo ao notar a presença da GCM. Na abordagem pessoal, nada de ilícito foi constatado. No entanto, ao realizar a consulta do IMEI (número de identificação único e global) do celular, houve o apontamento de queixa de roubo no sistema.

O homem foi conduzido à Delegacia de Polícia e apresentado à autoridade policial. Após lavrar o boletim de ocorrência, o aparelho foi apreendido e deverá ser entregue ao dono. O indivíduo foi enquadrado no artigo 180 do Código Penal, e responderá pelo crime de receptação, que tem como pena a reclusão de um a quatro anos.

De acordo com o comando da GCM de Arujá, o patrulhamento preventivo faz parte da rotina do efetivo, que realiza rondas em toda a cidade, além de fazer o atendimento a denúncias gerais.

Denúncias

A GCM conta com diferentes canais de atendimento para denúncias e ocorrências na cidade, como o telefone 153 e o aplicativo 153 Cidadão, que pode ser baixado gratuitamente para os smartphones nas versões Android e iOS. É objetivo da Secretaria de Segurança Pública integrar cada vez mais as forças de segurança no município para dar mais eficiência às ações se segurança.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*