Hospital Santa Maria de Suzano abre mais 4 leitos de UTI e investe na área social

O investimento inicial na nova estrutura é de aproximadamente R$ 2 milhões

Da Redação / Foto: Divulgação

Dentro do planejamento anunciado pelo Hospital Santa Maria de Suzano para ampliação da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) destinada aos pacientes com Covid-19, com o aumento de casos em todo o país, a instituição de saúde disponibilizará, já a partir de sábado (6), mais quatro leitos.

A previsão é de que os outros seis estejam em funcionamento na próxima quarta-feira (10). O investimento inicial na nova estrutura é de aproximadamente R$ 2 milhões. O Hospital Santa Maria manterá ainda os 23 leitos na enfermaria.

As equipes médicas e de profissionais multidisciplinares já foram contratadas. O hospital concentrou esforços para garantir a aquisição de equipamentos adequados, com tecnologia de ponta e segurança, apesar da escassez provocada pela demanda crescente no território nacional.

O Hospital Santa Maria de Suzano adotou medidas exemplares de enfrentamento à pandemia, com Pronto Atendimento Respiratório, ala para internações, UTI e fluxo exclusivo de pacientes com sintomas de Covid-19, que ficam em ambientes totalmente isolados dos demais setores da instituição de saúde.

As ações são supervisionadas por experiente Comissão de Controle de Infecção Hospitalar e visam evitar ao máximo quaisquer riscos para seus pacientes.

Na esteira das melhorias contínuas, o hospital, que está contratando empresa especializada em compliance, vem investindo também em pilares de ESG (Governança Ambiental, Social e Corporativa), valorizando ainda mais a pluralidade no quadro de colaboradores, cuidando das minorias sem distinções de raça e sexo,  incentivando e reconhecendo o mérito profissional e reforçando práticas já adotadas de sustentabilidade, como uso racional e tratamento da água e descarte ideal de resíduos.

Estas são características históricas do Hospital Santa Maria, que recebeu o título de Empresa Cidadã da Câmara Municipal de Suzano por contribuir com o desenvolvimento do município e Região do Alto Tietê.

Os procedimentos cirúrgicos agendados continuam sendo realizados mediante adoção de rígidos protocolos preconizados pelas autoridades de saúde, visando salvaguardar o bem-estar dos pacientes e profissionais. O mesmo ocorre em relação à Maternidade para garantir a melhor assistência às gestantes e aos bebês.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*