Hospital Santa Maria de Suzano reforça combate à dengue

A dengue é uma doença viral causada pelo mosquito Aedes aegypti

Da Redação / Foto: Divulgação

Diante do crescimento verificado nos casos de dengue nos primeiros  meses deste ano, o Hospital Santa Maria de Suzano reforçou a disponibilização dos exames NS1 (teste rápido), que detecta o antígeno por imunocromatografia  precocemente no 1° ao 9°  dia de sintomas com resultado em até 90 minutos e sorologias  IgM ( do 5° ao 10°) e IgG ( após o 14°).

A dengue é uma doença viral causada pelo mosquito Aedes aegypti, tendo maior incidência verificada no período compreendido entre dezembro e junho. A cidade de São Paulo registrou 6.408 ocorrências até 22 de junho, mais do que o triplo de 2020, que teve 2.009 registros durante todo o ano – crescimento de 219%, segundo a Prefeitura.

Os principais sintomas são febre alta com início súbito (39º a 40º), cefaleia, cansaço extremo, perda do paladar e apetite, manchas e erupções na pele (petéquias semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores), tontura, náuseas e vômitos, além de moleza e dor no corpo – atrás dos olhos, ossos, articulações e área abdominal.

A recomendação é procurar o médico assim que qualquer um deles se manifestar. No Hospital Santa Maria, o manejo clínico é seguido de acordo com as normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde, com acompanhamento permanente de equipes profissionais multidisciplinares – incluindo médicos do PA (Pronto Atendimento) – e integrantes da CCIH (Comissão de Controle de infecção Hospitalar).

Nos casos mais simples, a analgesia já pode ser definitiva, evitando-se a prescrição de anti-inflamatórios. Além do P.A. Adulto 24 horas, a instituição de saúde dispõe de estrutura completa, incluindo, Pronto Atendimento Ginecológico e Obstétrico, UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) Adulta, da Mulher e Neonatal, Centro Cirúrgico, Ala para Internações, Ambulatório de Especialidades, Centro Obstétrico, Berçário e Centro de Diagnósticos.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*