Indícios ligam Charutinho a contrato de R$ 11 milhões com a prefeitura

Pré-candidato a vice de Mamoru, vereador Mário Charutinho seria real proprietário de empresa de transporte escolar em Itaquá. Fotos: Divulgação

 

Da Redação

 

O vereador Mário Lúcio da Silva (SD), o Mário Charutinho, pode ter ligações não declaradas com a empresa que opera o serviço de transporte escolar de Itaquaquecetuba, a G2 Comércio Serviços e Transportes Ltda. O contrato, recentemente prorrogado pelo prefeito Mamoru Nakashima (PSDB), custa mais de R$ 11 milhões ao município.

A relação entre Corrêa e George Guedes, proprietário da G2, começou ainda durante a gestão do ex-prefeito Mário Moreno. Em 2004, o filho de Charutinho dirigia o Departamento de Compras da Secretaria Municipal de Administração. Na época, Guedes era seu subordinado. Recentemente, o Gazeta Regional teve acesso a cheques sem fundo emitidos em nome da empresa do filho de Charutinho, o empresário Braulio Corrêa da Silva para quitar débitos da G2 com locadores de ônibus.

Nos bastidores da administração, ao menos dois servidores municipais afirmaram, em condição de anonimato, que a empresa pertence a Mário Charutinho.

Após adquirir experiência com os processos de compras de Itaquá, Braulio Corrêa fundou, em 2005, a empresa Expert Comércio de Materiais de Escritório Ltda., que apresenta entre suas atividades econômicas desde o comércio de produtos odontológicos e de escritório até construção de rodovias e transporte escolar.

Em 2013, ano em que a G2 assumiu o contrato com Itaquá, Charutinho, à época no PSD, visitou o deputado federal Junji Abe acompanhado do filho e de Guedes (foto), que se apresentaram como sócios no encontro, reforçando as suspeitas que pairam sobre as relações não declaradas de Charutinho e a empresa de transporte escolar.

PAGINA4-REGIAO

 

Licitação suspeita

A polêmica licitação que resultou no contrato com a G2 foi realizada em 2013, início da gestão Mamoru. O processo licitatório foi condenado em março de 2015 pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP). Segundo o órgão, a Prefeitura de Itaquaquecetuba não atendeu aos critérios de publicidade e divulgação do certame.

No dia 31 de julho, Mamoru anunciou Charutinho como seu vice na campanha pela reeleição à prefeitura.

Das três empresas que participaram da licitação, duas pertenciam a pessoas ligadas a Mário Charutinho: a Expert Comércio de Materiais de Escritório Ltda., do filho de Charutinho, o empresário Braulio Corrêa da Silva, e a empresa G2 Comércio Serviços e Transportes Ltda., em nome de George Guedes do Nascimento, ex-funcionário do Departamento de Compras, sócio e antigo subordinado de Corrêa.

 

Outro lado

Procurado pela reportagem, o vereador Mário Charutinho não retornou contato até o fechamento desta edição.

O empresário George Guedes, proprietário da G2, entrou em contato com a reportagem, mas se recusou a dar esclarecimentos por telefone. “Eu só converso pessoalmente. Se vocês quiserem, terão que vir aqui”, condicionou. Devido ao horário do contato, 21h30 da sexta-feira (5), não houve a possibilidade de deslocamento.

 

Mamoru prorroga contrato com falhas

DSC_0403O polêmico contrato de transporte escolar firmado entre a Prefeitura de Itaquaquecetuba e a empresa G2 Comércio, Serviços e Transportes Ltda. ganhou mais um capítulo com a recente vistoria realizada em veículos após denúncia publicada pelo Gazeta Regional.

Segundo nota da prefeitura, foram constatadas desconformidades de alguns coletivos com o exigido pelo edital. A G2 teria 30 dias para realizar as adequações, segundo a nota. Até o fechamento desta edição, a prefeitura não havia especificado quais foram as desconformidades ou quando se iniciou o prazo para as adaptações, nem se a prorrogação do contrato, assinado no dia 30 de junho, foi antes ou depois dos resultados da vistoria.

Em nova apuração, a reportagem confirmou que os ônibus com portas laterais traseiras e até degraus em seu interior seguem circulando, transportando estudantes da rede municipal de educação.

A empresa G2 Comércio, Serviços e Transportes Ltda. pertence a um ex-funcionário do Departamento de Compras do município, George Guedes do Nascimento, em sociedade com Vivian Guedes do Nascimento. O empresário prestou serviços ao município durante a gestão do ex-prefeito Mário Luiz Moreno (2001-2004).

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*