Já não se faz mais políticos como antigamente

Da Redação / Arte: André Jesus

A resposta etérea da assessoria de imprensa de Biritiba Mirim sobre que “em um futuro breve” a administração vai resolver um problema que o atual prefeito, quando candidato no palanque, esgoelava soluções e, depois de eleito, não resolveu nada até agora, fez esse editorialista, calejado, levitar no tempo.

Veio à lembrança aqueles políticos de anos atrás, muito mais capazes e hábeis do que os que estão, aí, enfeitando cargos em cidades.

Os políticos de antigamente diziam: o futuro é hoje e o momento é agora. E haviam outras frases que movimentavam suas gestões: “O progresso tem pressa” e “não deixe para amanhã, o que você pode fazer hoje.” E as administrações iam de vento em proa com homens e máquinas construindo o progresso.

Para a molecada de hoje, é difícil de entender essa dinâmica que imprime honra, moral e caráter. E no tripé se sustenta o exímio administrador que afirma que, quanto mais desafio, melhor a empreitada.

Fale essas coisas a “meninos” que brincam de ser gestores. Primeiro, dirão que são, e o tempo dirá que não.

Obviamente que faltam políticos como antigamente. Mas aguardemos para que, em um futuro breve, nasçam bons políticos, forjados no trabalho e na luta para ver seu povo bem cuidado, e esse povo se orgulhar deles.
Enquanto essa gente capaz não voltar a campear a vida pública, consolemo-nos com isso que está aí. Esperando os quatro anos acabarem rapidamente, e, com eles, a condenação voluntária a nós imposta, para que paguemos todos os nossos pecados.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*