Já parou para pensar que além do efeito estético, a coloração do cabelo é extremamente funcional?

Por Mary Mabu / Foto: Arquivo Pessoal

Exatamente isso! Ela promove alteração na silhueta, mexe nas proporções faciais, tem aspecto emocional e ainda, dependendo da nuance, transmite mensagens coerentes ou contraditórias com o seu propósito de imagem.

Temos instinto natural para fazer escolhas dentro da nossa própria harmonia. É intuitivo! É emocional! Por isso, o primeiro passo e mais importante para a escolha de tons de cabelo é deixar-se ser guiada pelo seu próprio feeling.

As propostas não podem ser aleatórias e nem genéricas. Em consultoria de imagem, essa etapa pode ir além de entregas. Existe um leque de opções entre loiros, castanhos e ruivos, afinal, entre tantas alternativas dentro da cartela a gente até consegue fazer mudanças de maneiras harmônicas, mas, quando há intenções em jogo, a coisa muda de figura. O que vai funcionar para este momento, para esta constituição física?

Sendo assim o ideal é receber os tons exatos do resultado desejado, a técnica (coloração global, mechas finas ou largas, espaçamentos e local de aplicação), bem como, ter a referência do rosto onde os tons serão aplicados de maneira estratégica, tratando-se do efeito luz x sombra.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*