Justiça dá liberdade a Tiago Corrêa, ex-secretário de Ilhabela

O ex-secretário de Finanças de Ilhabela estava detido no CDP de Caraguatatuba desde o dia 6

Por Will Siqueira / Foto: Divulgação

Tiago da Silva Corrêa, ex-secretário de Finanças de Ilhabela, estava preso no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Caraguatatuba em decorrência de suspeita de participação em um esquema de propina envolvendo a Prefeitura de Ilhabela, quando ainda era chefiada por Marcio Tenório (MDB), que foi afastado do cargo em maio deste ano. A prisão de Corrêa aconteceu no último dia 6, na terceira fase da Operação Prelúdio, organizada pela PF (Polícia Federal) de São Sebastião, sob responsabilidade do delegado Carlos Roberto de Almeida.

O ex-secretário está sendo acusado de receber e repassar propina para um empresário o qual teria financiado a campanha do ex-prefeito Marcio Tenório. A Operação Prelúdio está sendo executada desde 2017 e tem como objetivo investigar os seguintes crimes: lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva e associação criminosa.

Segundo o delegado Carlos Roberto de Almeida, Tiago da Silva Corrêa teve sua prisão temporária encerrada na noite do dia 10 (o prazo da prisão temporária é de cinco dias). O delegado disse ao LEIA que o juiz responsável pelo caso negou o seu pedido de prorrogação da prisão temporária, alegando não haver motivos contundentes para manter Corrêa detido. Ainda segundo Almeida, o juiz impôs medidas cautelares a Corrêa (por exemplo, não viajar e, ao sair de sua casa, deve estar de volta até as 22 horas).  

Repercussão – Devido à prisão efetuada pela PF, a atual prefeita de Ilhabela Maria das Graças Ferreira dos Santos (PSD), a Gracinha, exonerou Corrêa do cargo de secretário de Finanças do município. Em nota emitida para a imprensa, a prefeitura afirmou que “devido à prisão do secretário, a prefeita procedeu a exoneração do mesmo e nomeou o servidor público de carreira Fernando Crésio da Silva para assumir a pasta”.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*