Justiça eleitoral de Arujá suspende cerimônia de diplomação dos candidatos eleitos

O diploma será disponibilizado por meio eletrônico

Da Redação / Foto: Divulgação

A Justiça Eleitoral de Arujá decidiu suspender a realização da cerimônia de diplomação dos candidatos eleitos no pleito municipal de 2020. Não haverá solenidade presencial, nem virtual. O diploma será disponibilizado por meio eletrônico através do site do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral).

A expedição do documento via internet foi aprovada por meio da Resolução nº 516/2020, publicada em 26 de novembro. Na justificativa, os desembargadores explicitam, entre outros motivos para adoção da medida, a busca pela eficiência e eficácia no serviço público, conforme artigo 37 da Constituição Federal; o fato de a cerimônia ser um ato facultativo e a redução no uso de papel “em alinhamento à responsabilidade social e ambiental, valor perene deste Tribunal”, pontuaram os magistrados.

Os diplomas poderão ser baixados em PDF pelo Sistema de Diplomação de Eleitos e Suplentes – Diplomas do TRE-SP. Nele constarão os seguintes dados: nome civil ou nome social; a legenda do partido político ou nome da coligação pela qual concorreu; o cargo para o qual foi eleito para exercer o mandato ou sua classificação como suplente; a chancela eletrônica do Presidente da Junta competente para a diplomação dos eleitos no município; a votação nominal em eleição proporcional e a votação da chapa no caso de cargo majoritário; a data da diplomação; o código verificador e a data e hora da emissão.

No momento da posse dos candidatos, caberá ao órgão destinatário do diploma validá-lo no site do TRE-SP, informando o código verificador.

Não poderá ser diplomado o candidato que estiver com registro indeferido, ainda que o recurso esteja pendente de julgamento.

O diploma estará disponível no período de 15 a 18 de dezembro de 2020. Um edital com a data exata da diplomação será publicado no site do TRE até dois dias antes do prazo.

A diplomação é o ato jurisdicional declaratório que atesta a condição de eleito a candidatos (as) a cargos de prefeito (a), vice-prefeito (a) e vereador (a), nos termos do artigo 215 do Código Eleitoral, e efetivamente encerra o processo eleitoral. O diploma é indispensável para que os eleitos tomem posse.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*