Larissa e o sonho da casa própria

Texto e foto: Pedro Chavedar

Confesso que não lembro onde nem em que momento conheci a Larissa e, por consequência, seu marido Ricardinho. Juntos há 10 anos, o casal se conheceu na rua e, desde então, mantém um relacionamento amoroso. “Ele é tudo para mim. É o amor da minha vida. Não consigo viver sem ele”, disse, em uma mistura de risadas envergonhadas com a sinceridade no olhar.

Ricardinho é mais fechado e tímido. Quando conversei com a Larissa, em uma manhã de sábado no final de julho, o homem da Zona Leste de São Paulo vendia balas nas ruas centrais de Mogi das Cruzes. Segundo Larissa, seu marido é bom nos negócios e vende tudo. Enquanto falávamos, Ricardinho trouxe, várias vezes, alguns trocados para a esposa e já calculava os custos e os lucros para comprar outra caixa.

Naquela manhã, o dinheiro arrecadado seria usado para quitar a primeira parcela do apartamento que eles ganharam. O valor total era de R$ 101,48. “Graças a Deus a gente vai sair da rua. Deus abençoou nós e a gente conseguiu o nosso apartamento”. Deus, para ela, é tudo. “Se não fosse ele, eu não estaria aqui”, confessa.

A vida na rua para a mogiana de 38 anos nunca foi fácil. “Eu sofri demais. Ser mulher na rua é muito difícil, difícil mesmo. Às vezes as pessoas têm preconceito, às vezes as pessoas ficam com medo da gente porque a gente é morador de rua. Às vezes as pessoas pensam que a gente é ladrona e têm algumas pessoas que pensam que a gente é prostituta e não é assim, não é desse jeito que a gente é”, desabafa Larissa.

Perguntei se Larissa era feliz. “Agora eu sou. Antes era muito sofrimento. A gente sofreu muito e agora têm pessoas que ajudam”, disse. Para o seu futuro, Larissa só espera as coisas boas.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*