Legado: Marquinhos Pelican quer consolidar regularização fundiária em Santa Isabel

Candidato à reeleição, vereador tem trabalho focado no setor habitacional para que a cidade siga crescendo

Por Lailson Nascimento / Foto: Divulgação

Para que um município possa investir os recursos públicos de maneira equilibrada em todo o seu território, é necessário que os bairros estejam regulares, do ponto de vista documental. Ciente do desafio que Santa Isabel ainda possui nesse contexto, o arquiteto e urbanista Antonio Marcus da Silva (Patriota), o Marquinhos Pelican, vem militando na política desde 2004 com um propósito bem definido: buscar melhorias para as condições de vida da população por meio da regularização fundiária em toda a cidade.

Eleito vereador em 2016, Marquinhos Pelican tentará a reeleição. Na disputa direta com quase 300 candidatos, ele destaca como seus principais diferenciais o trabalho já executado por ele no setor habitacional de Santa Isabel, já que foi secretário municipal de Planejamento, Obras, Urbanismo e Habitação e de Meio Ambiente entre os anos de 2017 e 2020.

“Nós criamos um programa de regularização, permitindo assim que o município fosse um dos pioneiros em enfrentar as dificuldades das irregularidades do solo, de matrícula, contratos e escrituras. Chegamos a fazer, na época, 80 mutirões nos bairros conscientizando as pessoas a participarem do programa de regularização fundiária. Dessa forma, aprovamos 13 loteamentos, todos já com matrículas entregues, e outros quase 50 em processo de regularização. Agora, sou candidato à reeleição porque você tem que estar no poder público para poder conseguir avançar nessas questões”, define o vereador.

Ainda segundo Marquinhos Pelican, a cidade possuía 19 núcleos cadastrados no programa Cidade Legal, do Governo do Estado, quando ele tomou posse na Secretaria. Todos estavam em tramitação há mais de dez anos. Com o trabalho adotado na Pasta, somente dois continuaram no programa: Vila Guilherme e Jardim Brasília, mas já estão em fase de estudos por parte do programa. Os outros 16 núcleos estão sendo tratados diretamente pela Prefeitura de Santa Isabel, em parceria com os proprietários. O Novo Éden nós já concluímos.

Apesar dos avanços, ele observa que a cidade levará cerca de dez anos para alcançar 80% de território regularizado. É por conta disso que Marquinhos Pelican pretende continuar atuando na Câmara Municipal.

“A regularização fundiária traz benefícios para todos. Portanto, a gente tem o objetivo de continuar as ações, porque quem ganha é a população. Nosso foco são as políticas públicas, e a Câmara Municipal precisa de vereadores que ajudem a cidade a avançar”, conclui o candidato a vereador.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*