Maioria dos partidos vai caminhar com Toninho Colucci em Ilhabela

Grupo realizou convenções no dia 3; depois, MDB também se uniu ao pré-candidato

Por Lailson Nascimento / Foto: Divulgação

O aniversário de 215 anos de Ilhabela, comemorado no dia 3, foi marcado, do ponto de vista político, pelas convenções do maior grupo de partidos do município: PL, PDT, PSB, Cidadania, Avante, PCdoB e Progressistas. No dia 10, o MDB também se uniu à chapa liderada pelo pré-candidato a prefeito Antônio Colucci (PL), o Toninho Colucci.

“Eu quero ser prefeito pela terceira vez, primeiro porque eu amo essa cidade. Eu me casei aqui, meus dois filhos nasceram aqui, foram criados aqui, minha família toda está aqui. Em oito anos, mudamos a cidade, e tenho a fórmula de como atender as necessidades da população. Estamos em um momento de crise. A Covid-19 fez muitas pessoas perderem os seus empregos e as pessoas estão passando necessidades. Com a experiência que tenho hoje, vamos achar os caminhos corretos, melhorando a vida das pessoas e criando empregos e oportunidades para a nossa gente”, resumiu o pré-candidato em vídeo publicado na internet.

Nas redes sociais, ele também publicou certidão eleitoral atestando que não possui condenação criminal transitada ou julgada.

“Eu não sou de enrolação. A população de Ilhabela me conhece. Coloquei meu nome à disposição da sociedade ilhabelense porque sei que serei candidato a prefeito em novembro. Ao contrário do que diz a oposição, o documento comprova que estou apto a disputar a eleição”, afirmou.

Preferência

Conforme o LEIA mostrou, em sua última edição, Colucci liderava as intenções de voto até o início do mês, com 55,67% da preferência do eleitorado. A informação veio a público por meio de pesquisa de opinião pública eleitoral realizada pela empresa Orca Marketing e Pesquisa a pedido do jornal. Contratada pelo LEIA, a pesquisa foi realizada pela empresa entre os dias 28 e 31 de agosto de 2020 e ouviu 485 pessoas. A margem de erro é de 4,5% para mais ou para menos, com índice de segurança de 95%.

No atual cenário, Colucci terminaria a eleições bem a frente da atual prefeita, Maria Ferreira das Graças (PSD), a Gracinha, que aparece em segundo lugar, com 9,69% dos votos. Nove pré-candidatos foram considerados na consulta, cuja metodologia considera apenas o resultado estimulado, isto é, com a apresentação dos nomes.

Por meio das avaliações obtidas, a Orca Marketing e Pesquisa também calculou o índice de rejeição dos pré-candidatos. Questionados sobre quais dos nomes eles jamais votariam, os entrevistados poderiam votar em mais de uma opção. Nesse contexto, a atual prefeita lidera o índice de rejeição do eleitor ilhabelense, com 39,38%.

Entre os entrevistados, 13,20% se declararam indecisos ou que ainda não sabem em quem votar, enquanto 24,33% afirmaram que votariam em branco ou não quiseram opinar sobre em quem irão votar em novembro próximo. Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Ilhabela tem 27.757 eleitores.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*