Mais de mil pessoas participam da reinauguração da Igreja do Baruel

Local tornou-se um novo centro turístico da cidade; entrega oficial foi feita pelo prefeito Rodrigo Ashiuchi

Da Redação / Foto: Wanderley Costa / Secop Suzano – Divulgação

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PL), ao lado do vice Walmir Pinto (PDT) e da presidente do Fundo Social de Solidariedade, Larissa Ashiuchi, entregou na noite de sexta-feira (27) a revitalização completa do entorno da Igreja do Baruel, no distrito de Palmeiras.

Mais de mil pessoas foram conferir o novo espaço, que representa o marco zero da cidade, e que se tornou um centro turístico de 4,2 mil metros quadrados, com nova pavimentação, estacionamento e paisagismo.

Com um investimento total de R$ 1.337.631,99, sendo R$ 648.875,93 oriundos da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), a Praça Ernestina Maria de Jesus Bianchi teve pavimentação com bloquetes, reforço na sinalização de trânsito, construção de estacionamento e de área para eventos, instalação de nova iluminação pública e realização de serviços de paisagismo, inclusive com pintura das fachadas das casas locais. A parte externa da Igreja do Baruel também foi pintada.

O projeto, elaborado pela Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação, também previu a recomposição da mata ciliar, requalificação ambiental das margens e recuperação da paisagem local, uma vez que a área abriga um dos córregos afluentes do rio Una.

Ashiuchi destacou o resgate de importantes obras que a administração municipal vem promovendo nesses dois anos e nove meses. “Fomos recebidos de braços abertos pelos moradores, que há anos esperavam por essa mudança. Por aqui, colocamos nova iluminação de LED, drenagem, troca de pavimento e novo saneamento básico. Além disso tudo, estamos realizando as melhorias no Trevo do Dona Benta, a Marginal do Una e tantas outras obras que Suzano espera há décadas. Isso tudo representa o resgate da auto-estima da Cidade das Flores”, concluiu.

ORIGEM – As origens de Suzano remontam ao final do século 17 e estão distantes do atual centro da cidade, na região do Baruel – nome de uma das primeiras famílias que se instalaram no que seria hoje o distrito de Palmeiras.

De acordo com os registros da Secretaria Municipal de Cultura, o fato preponderante na sua história foi quando o povoado de mineradores atraídos pelos veios de ouro daquela localidade e de proprietários de terras vindos de São Paulo recebeu a construção da Capela de Nossa Senhora da Piedade de Taiaçupeba, por volta de 1720.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*