Mogi lidera geração de empregos no Alto Tietê

Com políticas públicas de incentivo à atividade comercial, gestão Caio Cunha recupera a balança de empregos do município

Da Redação / Foto: Lailson Santos

Mogi das Cruzes fechou o primeiro quadrimestre de 2021 com um saldo de 2215 empregos criados, de acordo com os dados do Caged (Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados). Os números são positivos, apesar dos reflexos da crise causada pela pandemia, e colocam o município como destaque na geração de empregos no Alto Tietê.

Se comparados com o mesmo período do ano passado, os números são ainda mais positivos. No primeiro quadrimestre de 2020, a cidade fechou o levantamento com saldo negativo de 3279 empregos, resultado muito influenciado pelos meses de março e abril, quando começou a pandemia.

Os dados de abril apontam 3734 contratações e 3064 demissões, um saldo de 670 vagas. Com o resultado, o chamado estoque de empregos – que é o total de vagas na cidade – superou o patamar dos 100 mil postos, fechando o mês com 100010 empregos. Os números foram puxados pela indústria e pelos serviços. 

No acumulado dos primeiros quatro meses do ano, são 16011 admissões e 13796 demissões em Mogi das Cruzes.

A Prefeitura de Mogi das Cruzes vem adotando uma série de medidas para incentivar a geração de vagas e a manutenção de empregos no município. O trabalho inclui ações de apoio aos empreendedores, atendimento de demandas dos setores econômicos, oferecimento de vagas e capacitação dos trabalhadores.

No início do ano, foi apresentado o Plano de Cooperação Empreendedores Mogianos, com uma série de ações voltadas para buscar um melhor ambiente econômico para a cidade. Para aliviar a situação da crise econômica e das medidas de restrição para enfrentamento da pandemia, a Prefeitura prorrogou o vencimento de parcelas do IPTU e do ISS.

Mogi Conecta

Para reunir todos os serviços voltados ao desenvolvimento econômico e empregabilidade, a prefeitura lançou, no mês passado, a plataforma Mogi Conecta. Ela une o acesso a serviços da Sala do Empreendedor, do programa Mogi Conecta Emprego, do Banco do Povo, do Polo Digital e da Escola de Empreendedorismo e Inovação. Além do site, a iniciativa também conta com os espaços decentralizados da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico para atender a população. 

No caso da empregabilidade, o Mogi Conecta Emprego oferece opções para pessoas que procuram uma recolocação no mercado de trabalho, querem mudar de carreira, ou simplesmente buscar novos desafios. Além das opções de busca por novas vagas de emprego, o programa oferece a possibilidade de obter uma orientação profissional que auxilie no processo de decisão. Os mogianos também têm acesso a ações de qualificação, ofertadas por intermédio dos serviços já existentes na prefeitura e das parcerias com instituições e iniciativa privada.

As empresas têm um espaço garantido para completar o tripé da empregabilidade – profissional, qualificação, oportunidade de trabalho – cadastrando suas vagas disponíveis e demandando a seleção de candidatos para os seus quadros de pessoal.

O acesso pode ser feito pela página mogiconecta.mogidascruzes.sp.gov.br

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*