Moradoras de Arujá, Mogi e Suzano são as novas vítimas fatais do Coronavírus no Alto Tietê

Mulher de Arujá tinha 70 anos, a mogiana 77 anos e a suzanense 72 anos; doença matou 5 pessoas na Região, sendo três mulheres e dois homens

Da Redação / Foto: Divulgação

Arujá, Mogi das Cruzes e Suzano confirmaram nesta quinta-feira (02) a ocorrência de óbitos por Coronavírus – o primeiro de Arujá e o segundo  de Mogi das Cruzes e de Suzano.

Com esses casos, já são 5 os mortos pela Covid-19 no Alto Tietê. Há, ainda, 21 óbitos suspeitos em investigação na Região, segundo informações disponibilizadas pelas Vigilâncias Epidemiológicas Municipais ao CONDEMAT (Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê).

Em Arujá, a vítima fatal é uma mulher de 70 anos, com histórico de obesidade, diabetes e neoplasia maligna. Ela estava internada no Hospital Beneficência Portuguesa desde o dia 13, tendo sido transferida para a UTI no dia 23. A morte ocorreu ontem (01).

Em Mogi das Cruzes, o óbito foi de uma mulher de 77 anos, com doença cardiovascular crônica, que estava internada desde o dia 28 de março no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes, que funciona como Centro de Referência do Coronavírus na cidade.

Já o segundo caso de Suzano é de uma mulher de 72 anos, que também estava internada no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes. Ela apresentava histórico de diabetes e doença cardiovascular.

Casos confirmados

Os casos confirmados de Coronavírus no Alto Tietê também continuam a subir. Já são 60 pessoas infectadas pela doença. Mogi das Cruzes e Suzano, que são as duas cidades que possuem mais contaminados.

Os casos confirmados de pacientes com coronavírus estão em Arujá (7), Biritiba Mirim (1), Ferraz de Vasconcelos (2), Itaquaquecetuba (8), Mogi das Cruzes (31), Poá (1), Santa Isabel (1) e Suzano (9).

*Matéria Atualizada – Dados de mortos corrigidos (02/04 – 19h40)

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*