Morte de Jorge Fernando choca famosos e comove fãs

Ator e Diretor de novelas da Globo morreu no domingo à noite em hospital da Zona Sul do Rio de Janeiro

Por Gabriel Dias / Foto: Divulgação

SÃO PAULO – Aos 64 anos, o ator e diretor de novelas da Rede Globo, Jorge Fernando, morreu em decorrência de uma parada cardíaca no Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, na noite do último domingo (27). Na tarde do mesmo dia, o ator e diretor da Globo deu entrada no hospital alegando não estar se sentindo bem.

Jorge Fernando havia sido vítima de AVC (Acidente Vascular Cerebral), em 2017, e desde então lutava contra as sequelas que ficaram em seu corpo. Um dos últimos sucessos dirigido por Jorge Fernando foi a novela Verão 90, exibida neste ano na Rede Globo.

Como ator, Jorge Fernando também participou do sucesso de 78, a novela Ciranda – Cirandinha, e das novelas Roque Santeiro; Rainha da Sucata; Vamp; Chocolate com Pimenta; Malhação; Guerra dos Sexos, entre outras.

Amigos famosos e familiares do ator e diretor prestaram homenagens nas redes sociais ao longo do domingo e desta segunda-feira.

Sabrina Sato diz que não acredita na morte de Jorge Fernando. “Um grande talento, e um grande ser humano que vai fazer muita falta”, diz Sabrina no Twitter.

Walcyr Carrasco: “Meu querido Jorge Fernando morreu!!!! Fizemos lindas novelas juntos como Chocolate com Pimenta, Alma Gêmea e Eta Mundo Bom! Todas grandes sucessos de público porque ele era genial. Vai alegrar o céu Jorginho com seu humor, sua alegria!!!! Adeus adeus! Você vai fazer falta!!!”

Glória Perez: “Mais um amigo querido indo embora tão cedo! você vai fazer tanta falta, Jorginho, com sua alegria, seu entusiasmo, seu talento… Sem palavras aqui!”

Marcelo Adnet: “Que pena a partida precoce do grande Jorge Fernando. Boom! Lembrarei dele pela simpatia e sua grande energia sempre! Muito carinho e força à Dona Hilda Rabello”.

Jorge Fernando deixa amigos, familiares e muitos fãs que conquistou ao longe de sua carreira na Rede Globo.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*