Motoristas de ônibus de SP encerram greve

Paralisação teve fim após prefeitura disponibilizar verba para pagamento de reajuste retroativo ao mês de maio

Da Redação / Foto: Rovena Rosa – Agência Brasil

A greve de motoristas, cobradores e funcionários das garagens de ônibus de São Paulo, iniciada na madrugada de hoje, foi encerrada após um acordo entre a categoria e o sindicato patronal no começo da tarde. Os ônibus voltam a operar normalmente ainda hoje.

O acordo foi feito após a promessa da prefeitura da capital paulista de disponibilizar recursos para que as empresas possam pagar o reajuste salarial de 12,47% retroativo referente ao mês de maio. A proposta anterior do sindicato patronal era de que esse reajuste fosse entregue aos trabalhadores a partir de outubro. A discordância da oferta resultou na paralização.

De acordo com a SPTrans, 713 das 1,2 mil linhas e 6,5 mil ônibus que transportariam 1,5 milhão de pessoas foram afetados pela paralisação no horário de pico nesta manhã. Antes disso, ao longo da madrugada, apenas 46 das 150 linhas de ônibus noturno que operam na cidade funcionaram normalmente.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*