MPE está na cola do prefeito de Poá, Gian Lopes, que ‘não dá descanso’ ao Facebook

Gian Lopes e mais três vereadores são denunciados por uso da máquina administrativa para autopromoção na rede social, o que é proibido em ano de eleição

Por Aristides Barros

O prefeito de Poá, Gian Lopes (PL), e os vereadores David de Araújo Campos (PL), o Tio Deivão, Marcílio Duarth (PL) e Lázaro Borges (PROS) foram denunciados pelo MPE (Ministério Público Eleitoral) à Justiça Eleitoral porque os quatro – que tentam a reeleição aos respectivos cargos – estariam se fartando de publicações no Facebook, com postagens com o intuito de angariar votos junto aos eleitores, segundo entendeu o MPE.

Diante dos fatos, e após serem juntadas as postagens feitas pelo quarteto político, o órgão pediu a retirada de todo o material publicitário da internet e remeteu o caso à Justiça Eleitoral para um posicionamento mais duro contra os quatro mandatários. O MPE ainda defendeu o pagamento diário de multa no valor de R$ 1 mil – para cada um dos acusados – e que o Facebook exclua todas as postagens que teriam sido feitas por eles.

O órgão expõe que “não passa despercebido que o Executivo e Legislativo continuam trabalhando em prol da população no ano eleitoral. Contudo, o administrador e o legislador não podem usar a máquina administrativa para fazer uso promocional de tais serviços, sob pena de se caracterizarem ações eleitoreiras, que são vedadas aos agentes públicos em ano eleitoral, a fim de se evitar que haja influência no resultado das eleições”.

A intervenção do MPE contra a ação do quarteto político data de 17 de setembro. Ações dessa natureza se avolumam na Justiça Eleitoral, porque a classe política “cai matando no Face”, que é um meio de comunicação em massa que atinge velozmente todas as camadas sociais.

OUTRO LADO – A GAZETA apura se os políticos apresentaram defesa em instâncias superiores.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*