“Negros fedidos, raça impura”, diz mulher para família negra em metrô de BH; veja vídeo

Mulher ofendeu deliberadamente mãe, pai e filha e dizia com orgulho “sou racista”

Da Redação / Foto: Internet

Uma família foi vítima de injúria racial, no metrô de Belo Horizonte, na tarde deste domingo (5). Segundo informações do boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, a suspeita, Adriana Maria Lima de Brito, de 54 anos, começou os xingamentos assim que a família, que voltava de um passeio na Feira Hippie, embarcou em um dos vagões do metrô.

Ainda, de acordo com o documento, as vítimas relataram que a mulher proferiu ofensas dizendo:

“Negros fedidos, crioulos fedorentos, raça impura. Vocês não poderiam estar no mesmo ambiente que nós. Vocês deveriam ter descido do metrô, pretos fedorentos”.

Imagens gravadas por testemunhas mostram outros momentos em que a suspeita, aos gritos, falava: “Eu sou racista. Eu sou racista”.

Uma das vítimas afirmou que a mulher chegou a dizer:

“o sangue que corre na minha veia não é o mesmo que corre na sua”.

A Polícia Civil de Minas Gerais informou que a mulher foi autuada pelo crime de injúria racial e foi encaminhada ao sistema prisional, onde segue à disposição da Justiça. A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp) não confirmou se a suspeita deu entrada no sistema prisional.

A CBTU, que administra o metrô, disse que o segurança acompanhou as vítimas e a infratora até a chegada da Polícia Militar. E que “permanece à disposição para contribuir com a investigação dos fatos”. “A Companhia declara que repudia qualquer ato de injúria racial e lamenta o ocorrido”.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*