O peso dos apoios: Marcus Melo e Caio Cunha apostam em parcerias para vencer o 2º turno

Enquanto concorrentes se unem, atual prefeito se reaproxima de Marco Bertaiolli e Junji Abe

Por Lailson Nascimento / Foto: Divulgação

Na semana em que Mogi das Cruzes vai decidir o futuro administrativo dos próximos quatro anos, os candidatos a prefeito Caio Cunha (PODE) e Marcus Melo (PSDB) decidiram apostar em apoios políticos para alcançar a maioria dos votos. Enquanto Cunha se aliou a adversários do 1º turno, Melo optou pela proximidade que seu grupo possui com os ex-prefeitos Marco Bertaiolli (PSD) e Junji Abe (sem partido).

‘Inimigos’ no campo político, Felipe Lintz, do PRTB, e Rodrigo Valverde, do PT, declaram voto em Caio Cunha

O vereador Rodrigo Valverde (PT), que disputou a Prefeitura de Mogi das Cruzes e terminou em terceiro lugar, com 17,3% dos votos válidos, decidiu apoiar a candidatura a prefeito de Caio Cunha (PODE). Mesmo tendo divulgado pesquisas cujos resultados apontavam ele no 2º turno, o petista acabou se aliando ao adversário que o impediu de avançar ao confronto direto com Marcus Melo (PSDB). Na campanha veiculada na televisão, o candidato tucano aproveitou a aliança para afirmar que “O PT nunca esteve tão perto de assumir Mogi.”

Em uma live transmitida pelo Facebook, no dia 21, Valverde lamentou o fato de não disputar o 2º turno com o atual prefeito e reconheceu que o PT “tem muita rejeição a cidade.” “Talvez eu tenha perdido uma eleição por ser filiado ao Partido dos Trabalhadores desde os meus 14 anos.”

Segundo Valverde, a rejeição não ficou explícita durante o período de campanha, mas nas urnas.

“Na campanha não teve essa conversa. Na campanha ninguém falava disso. Pós-campanha as pessoas falavam ‘olha, eu queria votar em você, mas não votei por causa do PT.’ E eu quero falar que esse PT tão descriminalizado, com tanto preconceito contra ele, foi o único partido que de fato discutiu o segundo turno, e discutiu com muita energia”, ponderou.

Na transmissão ele ressaltou que quem avançou ao segundo momento da eleição ao majoritário “foi o Caio Cunha, do [partido] Podemos, que historicamente sempre foi do PV, se elegeu duas vezes pelo PV, e o PV sempre fez parte desse grupo que está aí.” “Então foram dois projetos para o segundo turno que não contemplavam o que a minha campanha representava.”

E concluiu: “Eu, Rodrigo Valverde, dentro das três opções que me cabem, que a cidade me colocou, ou de me abster, ou de votar 45, ou de votar 19, eu vou votar 19. Vai ter eleitores meus que vão votar 13, ou seja, vão anular. Eu acredito que não vai ter nenhum eleitor nosso votando 45. E vai ter muitos que vão aproveitar esse momento histórico pra vencer pela primeira vez na história os coronéis da cidade. Espero que o nosso voto, as nossas escolhas, façam jus ao que a cidade merece. Espero muito não me arrepender.”

Outros apoios

Outros adversários de Caio Cunha também manifestaram apoio ao candidato do Podemos nesse 2º turno, como é o caso de Felipe Lintz (PRTB) e Fred Costa (PDT). O atual vereador agradeceu aos apoios em suas redes sociais.

“Mogi caminha para deixar de ser a cidade de alguns para se tornar um espaço de todos. Com alegria vemos manifestações de apoio de todos os lados, de diferentes candidatos a prefeito que disputaram o 1° turno. Rodrigo Valverde, Felipe Lintz e Michael Della Torre Neto entenderam que o nosso projeto é o melhor para a cidade neste momento.” Após a postagem, Michael Della Torre (PTC) desmentiu o apoio. Fred Costa fez o anúncio depois.

Apostando na experiência, Marcus Melo garante apoio de Junji Abe e Bertaiolli ‘aos 45 do segundo tempo’

o apoio da maioria dos até então adversários no 1º turno, o atual prefeito Marcus Melo (PSDB) terá ao seu lado, mesmo que ‘aos 45 do segundo tempo’, os ex-prefeitos Marco Bertaiolli (PSD) e Junji Abe (sem partido) – eles administraram a cidade entre 2001 e 2016. Antecessores de Melo na prefeitura, ambos só decidiram declarar que caminham com o atual prefeito nessa reta final de 2º turno.

Depois de um vídeo circular nas redes sociais com críticas de Bertaiolli a Melo, o próprio deputado federal fez questão de gravar novo vídeo manifestando o seu apoio à reeleição do prefeito. Vale ressaltar que o candidato tucano foi escolhido pelo ex-prefeito para representá-lo nas eleições anteriores.

De maneira objetiva, Bertaiolli pediu os votos dos mogianos a Marcus Melo. “Eu sei de uma coisa, e todos nós sabemos. Mogi não pode parar, e só com Marcus Melo a cidade vai avançar. Neste domingo, vote por Mogi, vote 45.”

No mesmo vídeo, a campanha do atual prefeito considera que “a parceria de Marco Bertaiolli com Marcus Melo fez Mogi a melhor cidade da região para se viver.” “Em Brasília, Marco Bertaiolli vai garantir recursos para Mogi seguir em frente”, enalteceu.

O atual prefeito agradeceu pela mensagem. “Muito feliz com o apoio do deputado federal e ex-prefeito Marco Bertaiolli, um exemplo de gestão e compromisso com Mogi. Ele também sabe que precisamos continuar no caminho certo e, claro, está com a gente em defesa de Mogi.”

Início do Grupo

Junji Abe, que deu início ao modelo de gestão utilizado por Bertaiolli e Melo, também se uniu à campanha à reeleição nessa reta final de 2º turno. Em um vídeo postado nas redes sociais de Melo, Junji citou melhorias na área da saúde que tiveram início durante os seus dois governos para defender a continuação da gestão do atual prefeito.

Em um vídeo postado nas redes sociais de Melo, Junji citou melhorias na área da saúde que tiveram início durante os seus dois governos para defender a continuação da gestão do atual prefeito.

“Minhas amigas e meus amigos da nossa querida Mogi das Cruzes. Em uma eleição é fundamental a gente não esquecer o valor da experiência. O Marcus Melo é uma pessoa de muita experiência. Na área da saúde ele vai concluir a Maternidade de Mogi das Cruzes. Mas antes da Maternidade, veio o Hospital Municipal do Bertaiolli. Em nosso tempo, ninguém pode se esquecer do Pró-Mulher, do Pró-Criança, tudo é uma semente para dar uma árvore frondosa, com sombras e frutos permanentemente. Apesar da pandemia, nesse segundo turno eu gostaria de contar com todos vocês votando para Marcus Melo. Vale a experiência”, enalteceu.

Melo também agradeceu pela declaração. “Mais um apoio muito importante para a nossa campanha: o ex-prefeito Junji Abe, grande referência política em nossa cidade, e que sabe que precisamos seguir no caminho certo, sem arriscar.”

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*