Padre Claudio explica a relação da Catedral de Sant’Ana com a cidade

Segundo o sacerdote, não tem como falar da Catedral sem citar a cidade de Mogi e vice-versa

Por Gabriel Dias / Fotos: Bruno Arib

“A relação é uma das melhores, estável e muito forte”, garantiu padre Claudio, pároco da Catedral de Sant’Ana, a principal igreja de Mogi das Cruzes. O líder religioso afirma que a ligação entre a cidade mogiana e a Catedral sempre foi muito boa e harmônica.

Suas palavras são lançadas logo quando a cidade ainda celebra seus 459 anos de muita história. Padre Claudio explica que primeiro veio a igreja para depois a cidade se organizar no entorno.

“Ainda no século 17, Mogi das Cruzes já apresentava sinais de organização, no entanto, não como cidade, e sim, como Vila de Sant’Ana. Com o tempo os pensamentos foram crescendo e dando espaço a novas construções”, narra o padre.

De acordo com dados históricos, Sant’Ana só foi reconhecida Catedral em meados de 62, quando o Papa João XXIII anunciou de Roma, na Itália, que a cidade de Mogi deveria ter uma diocese. A partir daí foi indicado um bispo e uma equipe de clérigos para trabalhar em prol das vocações, e ele aproveitou o momento para escolher a Igreja de Sant’Anan como o centro de tudo.

Ainda segundo a cronologia de Padre Claudio, a Catedral já foi uma igreja de uma torre só. “Antigamente a igreja tinha apenas uma torre, quando as coisas começaram a crescer, construiu-se outra torre igual à primeira, então o templo religioso começou a tomar uma nova forma”, explica o sacerdote.

O padre lembra que a igreja atual precisa passar por reformas, no entanto, são trabalhos que geram altos custos e que a própria Diocese não consegue arcar sozinha.

“É sempre importante lembrar da história, ainda mais quando ela possui ares de uma ligação infalível. É lindo ver essa relação da Catedral com Mogi e vice-versa. Aqui é um lugar de passagem, muitas pessoas entram na igreja e sentem um pouco da boa energia que esta cidade e esta Catedral têm juntas”, conclui Padre Claudio.

UNIÃO – Fiéis na igreja

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*