Pandemia provoca a “segunda onda” na política

Da Redação / Arte: André Jesus

Devido à Covid-19, as eleições municipais brasileiras foram acometidas da “segunda onda” ou “efeito retornável”, como queiram, considerando que a pandemia do coronavírus teve efeito positivo para prefeitos que a atravessaram e se reelegeram.

Se a permanência deles nos cargos resulta de um trabalho eficiente no combate à doença, ou se foi o temor da população em trocar governantes em meio a uma verdadeira guerra, é motivo para outro artigo.

Os números que derrubam argumentos – positivo ou negativo – apontam que, no primeiro turno, 61% dos prefeitos eleitos foram reeleitos. Dos 3324 que se candidataram, 2037 continuarão nos cargos.

Nas cidades do Alto Tietê,os prefeitos Rodrigo Ashiuchi (Suzano) e Vanderlon Gomes (Salesópolis) – ambos do PL – conseguiram se reeleger. Os prefeitos Mamoru (Itaquaquecetuba), Zé Luiz (Arujá) e Adriano Leite (Guararema) não buscaram a reeleição.

Mamoru era prefeito reeleito, Adriano Leite também. E, em Arujá, problemas pessoais tiraram Zé Luiz do pleito. Os prefeitos de Poá, Ferraz de Vasconcelos, Santa Isabel e Biritiba Mirim tentaram continuar nos cargos, mas deram com os burros n’água.

Com o cenário político regional quase definido, os olhos da região se voltam para Mogi das Cruzes, que tem no segundo turno o atual prefeito Marcus Melo (PSDB) e o vereador Caio Cunha (PODE). Se as eleições mogianas forem acometidas pela segunda onda ou efeito retornável que “contagiou” parte do país, então Melo fica, caso não, Cunha entra.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*