Paulo Cezar Advogado defende transporte, saúde e o diálogo em Bertioga

Virtual candidato a prefeito nas eleições de 2020, pelo PTC, ele pontua os dois setores como necessidades imediatas de Bertioga

 

Por Aristides Barros / Foto: Divulgação

 

À mesa de uma padaria e bebendo um refrigerante, o profissional forense e presidente do PTC de Bertioga, Paulo Cezar Advogado, falou sobre política nacional. Para ele, acirrar os ânimos entre correntes ideológicas, estimulando o ódio, não é bom. “O Brasil está acima dessas baixarias.” A pancada endereçada a Jair Bolsonaro foi rápida e curta. 

A pauta é Bertioga, e a importância é o que ele tem na agenda de pré-candidato a prefeito para a cidade. O transporte público e a Saúde necessitam de melhorias imediatas”, destaca o virtual candidato ao próximo pleito municipal, que fatalmente verá outros possíveis adversários subir nos palanques com falas semelhantes. 

Paulo Cezar Advogado abre o jogo. “Não ‘ando’ de ônibus e não posso falar com precisão sobre o que precisa ser mudado. Mas, as melhorias são reclamadas pelos usuários do transporte, e são muitas reclamações que meus ouvidos escutam. Ouvir e conversar com as pessoas que vivenciam diariamente o problema traz elementos para resolver o que tiver de ser resolvido”, simplifica.

Ele não entende a razão da empresa não fazer um bom serviço na cidade, que por ser pequena tem itinerários pouco extensos e, independente disso, as pessoas ficam horas intermináveis à espera de ônibus. Também indaga por que os ônibus não “entram” nos bairros, obrigando os moradores de bairros que margeiam a Rio-Santos a andar longas distâncias para “pegar uma condução” na rodovia. “Assim é o usuário que atende a expectativa e a comodidade da empresa, quando deveria ser o contrário”, observa.

“Isso é errado e o acerto depende de ouvir as pessoas que sofrem esse descaso. Ouvir se elas querem ou não a permanência dessa empresa na cidade. Se são favoráveis a regularização do transporte alternativo (lotação). Hoje o transporte público atrapalha muito a vida dos trabalhadores, dos estudantes e de todos que necessitam dele.”

 

SAÚDE – Paulo Cezar Advogado sustenta a mesma tese para a área de Saúde, onde as dezenas de pessoas que recorrem diariamente às unidades de saúde de Bertioga muitas vezes saem em piores condições físicas e mentais do que quando chegam para serem atendidas.

“É o cidadão que vai dizer se foi bem ou mal atendido, e a partir do que ele disser a situação do atendimento pode ser melhorada. Em toda a administração a prioridade é o povo e as melhorias têm de partir do que ele dá a certeza de que precisa ser melhorado. Os governos falham na indiferença com o povo depois de ganhar as eleições. Enquanto isso não mudar ambos os lados – povo e poder – sempre estarão em posição de confronto, em campos opostos. Se você ganha uma eleição para ter seu povo como o seu inimigo você não ganhou nada. Quatros anos passam rápido e tem a lei do retorno. Na política a lei do retorno vem na eleição subsequente, quem não fez um mandato voltado para as necessidades do povo, dificilmente se reelege”, afirma.

O presidente do PTC já está formando um grupo para participar das eleições do próximo ano. “Já estamos conversando com muitos setores da comunidade bertioguense”, revelou. Para ele o diálogo é o essencial ao governo que quer acertar com os eleitores que o elegeu, com a população e com a cidade que vai ser administrada. “Sem essa conversa qualquer político está fadado ao fracasso”, conclui. 

 

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.