População pede recursos para o esporte, educação e mobilidade em audiência pública do orçamento em Mogi

Regularização fundiária e religião também foram pautas na reunião

Da Redação / Foto: Divulgação CMMC

A população de Mogi das Cruzes e região participou e levantou as necessidades de recursos para as áreas do esporte, educação e mobilidade na audiência pública do Orçamento para 2022, nesta segunda-feira (13). A audiência foi realizada na Câmara Municipal de Mogi.

O presidente da Câmara de Mogi, Otto Rezende, durante a audiência pública – Foto: Divulgação CMMC
Solicitei durante a Audiência Pública que houve no dia 13 de setembro, em nossa Câmara Municipal de Mogi das Cruzes, para que [o Estado] destinasse, no Orçamento Estadual de 2022, recursos para conclusão das obras no trecho Norte do Rodoanel Mário Covas, o qual estava previsto sua conclusão para 2014. O trecho tem acesso ao Aeroporto Internacional de Guarulhos e irá beneficiar todos os municípios em nosso entorno”, ressaltou o presidente da Câmara, Otto Rezende (PSD).

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PL) – que também é presidente do Condemat (Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê) -, pediu investimentos na mobilidade entre municípios, através de acessos ao Rodoanel.

“Temos a pretensão de dois acessos na cidade, primeiro na SP-66. É superimportante para o desenvolvimento da região como um todo, geração de emprego e geração de novas oportunidades”, declarou. Ele também pediu o aumento do efetivo da polícia militar da região.

Caio Cunha (PODE), prefeito de Mogi das Cruzes, se posicionou contra a instalação de um pedágio na Mogi-Dutra. Ele disse que, além da cobrança, o pedágio pode gerar um problema social.

“A pessoa que, por algum motivo, precisar usar o Hospital Luzia de Pinho Melo, a Santa Casa ou Hospital de Brás Cubas e mora na Chácara Guanabara, mora no Taboão, vai precisar pagar pedágio para vir em um hospital”, afirmou.

População fez as suas considerações

A reivindicação do mogiano e ciclista Antônio Marcos da Silva Pinto, o Tonheca, foi voltada para a área do esporte. Ele sugeriu investimento em aulas de educação física, na organização de jogos escolares, regionais e estaduais, evidenciando os destaques e contemplando o aluno com bolsa atleta estadual. “Assim construiremos uma população mais saudável, visto que o índice de doentes hipocinéticos é assustador”, exemplificou.

Ainda sobre esporte, a moradora de Mogi Maria de Lourdes da Rocha falou da necessidade de uma pista de atletismo no município.

“Nesta pista de atletismo, você vai desenvolver todas as habilidades e as qualidades físicas da criança, então no aspecto geral você trabalha responsabilidade, determinação, segurança, a inclusão social e todos os esportes e o bem estar físico, mental e social”, declarou.

O presidente da Associação de Microempreendedores e Empresas de Mogi das Cruzes, Ernesto da Silva, falou que existem muitas famílias precisando regularizar suas moradias. “Por se tratar de pessoas de baixa renda e sabendo do programa de regularização fundiária, eu venho nessa tribuna demonstrar essa necessidade para esses bairros”, afirmou.

O estudante Igor Henrique pediu mais atenção à educação e esporte nas periferias. “Nós criamos um projeto de uma pista de skate em Jundiapeba, porque a gente quer ocupar os lugares públicos que estão abandonados e tirar os jovens das ruas”, falou. “A periferia pede socorro para cada um”.

O munícipe Anderson de Azonsu pediu apoio aos templos religiosos.

“Nós fazemos um trabalho social, onde a gente ajuda pessoas carentes sem apoio de ninguém, apenas com o apoio das pessoas que compõem a nossa casa, então que olhem mais ao redor dos templos religiosos, olhem mais para os sacerdotes, sem ter essa coisa de desunião”, declarou.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*