Prefeitura de Arujá anuncia divisão de especialidades entre unidades de saúde

Pessoas com doenças que não estejam ligadas à Covid-19 voltam a ser atendidas regularmente

Por Will Siqueira / Foto: Divulgação

Confirmando a volta ao atendimento regular de outras doenças da população, que não sejam provenientes da pandemia de coronavírus, a Prefeitura de Arujá, por meio de sua Secretaria Municipal de Saúde, anunciou nessa semana que está fazendo uma divisão de especialidades clínicas entre o PA (Pronto Atendimento) Central e o PAM Barreto (Posto de Atendimento Médico do Parque Rodrigo Barreto). O PAM Barreto, por exemplo, agora tem atendimento de pediatria funcionando 24 horas, inclusive aos finais de semana.

Essa reestruturação está sendo feita desde que o prefeito Luís Camargo (PSD), o Dr Camargo, assumiu o governo, no início do ano, para que os pacientes sejam melhor atendidos.

Segundo a IDTM (Instituto de Tecnologia e Desenvolvimento da Medicina), que gerencia o PAM Barreto, a unidade também atende clínica médica (foram 21.310 consultas só no primeiro semestre de 2021) e UTI Covid. Ainda conforme os dados divulgados pela ITDM, foram realizados na unidade, de janeiro a junho de 2021, 30.874 exames laboratoriais, 4.778 raios-x, 381 eletrocardiogramas e 681 atendimentos de ortopedia, além da pediatria, que registra bastante procura (foram feitos 3.504 atendimentos pediátricos somente no PAM Barreto nos primeiros seis meses desse ano).

PA e Maternidade

Já no PA Central, segundo o levantamento fornecido pela ITDM, no primeiro semestre desse ano foram feitos 48.878 exames laboratoriais, 6.777 raio-x, 3.348 tomografias, além de 25.780 atendimentos de clínica médica, 1.475 de ortopedia e 1.945 de pediatria – atendimento 24 horas é apenas no PAM Barreto.

No balanço dos seis primeiros meses na Maternidade Municipal “Dalila Ferreira Barbosa”, a ITDM informou que foram efetuadas 4.192 consultas, 470 partos, 7.551 exames laboratoriais, 460 ultrassom e 1.480 cardiotografias (exame que avalia a vitalidade fetal, especialmente indicado para gestações de alto risco).

No PAM Barreto, a população pode buscar atendimento de clínica médica e pediatria. Já no PA Central, ficam a ortopedia, clínica médica, ginecologia, obstetrícia e neonatologia.

Reconhecimento

A reportagem conversou com algumas pessoas que esperavam atendimento no PA Central e na Maternidade. A maioria está satisfeita, inclusive pacientes que não moram em Arujá. Aliás, um homem cuja esposa havia dado à luz havia poucas horas na Maternidade, enalteceu a instituição: “Top [o atendimento]! Sou de Suzano, me aconselharam vir a Arujá e foi a melhor escolha”, afirmou Gerson Barbosa, 34 anos.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*