Prefeitura de Itaquá faz reunião de gabinete de crise para alinhar medidas preventivas na cidade

Cada Secretaria ficou responsável por determinar equipes de prontidão para ações emergenciais e de socorro

Da Redação / Foto: Antonio Márcio-Divulgação

Representantes das secretarias municipais de Itaquaquecetuba se reuniram hoje (13) para alinhar as estratégias e colocar em prática o Plano de Contingência em frente às próximas chuvas que devem atingir a cidade. A Defesa Civil comandou o encontro e apresentou as orientações para atravessar esse período.

Participaram o coordenador da Defesa Civil, Anderson dos Santos Silva, a secretária de Desenvolvimento Social, Fabiana Costa, o adjunto da pasta e coordenador do Fundo Social, Benny Iwao Tsugyiama, o secretário de Esportes, Ronaldo Nava, de Transportes, Rosinaldo Castro, o Nando, o coordenador desta pasta, Claudio Ferreira, o coordenador de Enfermagem, Elvis Ribeiro e o diretor de Departamento da Educação, Rodrigo Alexandre.

Na ocasião, Silva atualizou os participantes sobre os boletins meteorológicos e orientações dos órgãos estadual e federal sobre medidas preventivas em caso de alagamentos e inundações. Cada secretaria ficou responsável por determinar equipes de prontidão para ações emergenciais e de socorro às famílias e de orientação aos motoristas e possíveis desalojados.

A Defesa Civil orienta que, em caso de alagamento de residência, a recomendação é sair do local e buscar uma área segura para se abrigar. Além disso, deve-se retirar do local apenas o que for viável e ter atenção aos cabos elétricos caídos. Não se deve mexer neles. A água é condutora de eletricidade. A Defesa Civil reforça ainda que a população não jogue lixo nos bueiros, lagos e córregos. Os materiais podem obstruir o escoamento de água. 

Além das águas, a preocupação precisa ser com os raios. Deve-se evitar ficar em áreas abertas bem como debaixo de árvores. Estando em casa, o ideal é não utilizar aparelho eletrônico com fio e se manter distante de tomadas e objetos metálicos.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*