Corujão Municipal da Saúde, zera demanda de atendimentos de fisioterapia ortopédica em São Sebastião

Foram feitos 1,5 mil atendimentos, beneficiando cerca de 630 pacientes

Da Redação / Foto: Divulgação

Corujão Municipal da Saúde, criado pela prefeitura de São Sebastião, zerou a fila de espera nos atendimentos de fisioterapia ortopédica no município. De acordo com a SESAU (Secretaria de Saúde) foram realizados aproximadamente 1,5 mil atendimentos.

As sessões de fisioterapia, que tiveram início em junho, beneficiaram cerca de 630 pacientes que estavam aguardando a realização do tratamento ortopédico que, agora, passam a ser de rotina, já que não há mais fila de espera.

Segundo o secretário de Saúde, Wilmar do Prado, o Corujão foi uma ideia inovadora e está agilizando os atendimentos. “Os pacientes de fisioterapia foram atendidos em diversas sessões, tanto no Centro de Reabilitação da Topolândia como no de Boiçucanga, com o grupo de dor crônica. Agora os atendimentos passam a ser de rotina”, explicou.

O Corujão que teve início em abril deste ano e já realizou mais 3,5 mil atendimentos nas especialidades de ultrassonografia, fisioterapia ortopédica e cirurgias odontológicas, que juntas beneficiaram mais de duas mil pessoas de todo o município.

O paciente e morador do bairro Topolândia, Jair Perez Cardoso, aprovou a iniciativa. “O trabalho aqui é totalmente correto e está valendo a pena. O tratamento está sendo eficaz, muito bom, está aprovado. O prefeito está no caminho correto por estar trabalhando com a saúde”, parabenizou.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.