PT vai disputar a Prefeitura de Salesópolis, informam filiados

Coordenação regional garante que dará o apoio necessário para que o partido participe do pleito

Por Lailson Nascimento / Foto: Lailson Nascimento

“A direção estadual do PT está com olhar esperançoso para Salesópolis porque entende que a cidade é importante para o Alto Tietê e, principalmente, porque os pré-candidatos a prefeito pelo partido estão à altura de disputar e administrar a cidade. Com certeza a macro e a estadual dará todo o apoio necessário e possível para que o PT tenha condições claras de ganhar a eleição.”

A fala, que foi concedida à GAZETA, é do coordenador da Macro Guarulhos Alto Tietê do Partido dos Trabalhadores, Renato Caroba.

Estão no páreo o ex-vereador Lélis Renó, o ex-secretário José Padilha e o ex-presidente do Diretório Municipal Expedito Pereira de Lima, o Lulinha de Salesópolis.

Depois de confirmar a pré-candidatura, Lélis Renó defendeu a escolha de seu nome junto aos filiados, embora tenha afirmado que, independentemente da escolha, o partido estará bem representado nas urnas.

“Tenho histórico político de mais de 30 anos, e pretendo que meus companheiros aceitem o meu nome para prefeito. Conheço o perfil dessa cidade e sei que falta muito para a cidade. Sou de um governo de 1989, no primeiro mandato do [ex-prefeito] Feital. De lá fiquei por quatro legislaturas na Câmara, sou comerciante na cidade, e conheço as necessidades do município. Queremos melhor qualidade de vida para a população”, defendeu Lélis.

Padilha resumiu sua pré-candidatura com um dos principais conceitos do partido: “Fazer para o coletivo, não para o individual.”

“Nossa cidade é onde nasce o Rio Tietê. É o rio mais importante do Estado de São Paulo, e essa característica é uma bandeira que todo prefeito deveria abraçar. Temos outro detalhe que é a água, um bem que daqui 20, 30 anos pode estar em falta. Precisamos brigar por isso. A cidade não pode ser dormitório, não pode ser uma caixa d’água para que pessoas de outras regiões usufruam. E a gente, nada? O prefeito precisa ser político e mostrar que a sua cidade é importante para o Estado”, explicou.

Já Expedito Lima, o Lulinha de Salesópolis, aposta em sua trajetória no PT.

“Sou do tempo de fundação do partido, quando acompanhava o Lula nas reuniões. E qual é o nosso papel enquanto políticos? Inverter esse quadro de desvirtuamento da política, conscientizando a sociedade de que precisamos sim de prefeitos, de vereadores. Tentaram destruir a essência da política, mas as pessoas começaram a perceber que é preciso se trazer de volta a política que defende o povo e os interesses públicos”, concluiu.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*