Qual o perfil da nova liderança?

Priscila Guskuma é Master Coach e Trainer, especializada em treinamento de vendas e formação empreendedora. www.priscilaguskuma.com.br

 

Por Priscila Guskuma

 

A nova geração necessita de uma liderança humanizada. Muitos falam da crise econômica dos últimos anos, porém poucos se lembram que o maior problema ocorreu por causa de uma verdadeira crise de liderança. Hoje, o Brasil vive uma tremenda necessidade de ter novos líderes em todas as áreas, seja política, familiar ou empresarial.

Se observarmos em todas as áreas veremos cada vez menos pessoas com propósito e coragem para transformação. Quando me deparo com empresários, que são os líderes organizacionais, querendo que suas equipes entreguem melhores resultados, criticando o desempenho e engajamento das pessoas, a primeira coisa que penso é “O quanto você tem de autoridade para cobrar do outro aquilo que você não entrega?”. Simples assim. Não é possível querer ser um líder sem antes ser o líder da sua própria vida. De forma resumida, deve-se ter em mente que é necessário entregar primeiramente os seus próprios resultados e, principalmente, respeitar e lutar pelos seus objetivos.

Loucura é querer que as outras pessoas nos entreguem algo que nós mesmos não somos capazes de entregar. A nova liderança tem perfil de humanização e empatia com o próximo. O novo líder deve sentir o que o outro sente e apoiar cada etapa do processo. Ele anda junto com sua equipe, supera desafios e principalmente apoia todo esse desenvolvimento.

Seja líder da sua vida, entregue os seus resultados, respeite seus prazos, lidere por exemplo, engaje pessoas no seu propósito. Assim, você irá garantir o sucesso que tanto espera e os resultados serão muito mais positivos.

Então, reflita: O que você pode fazer a partir de hoje para se desenvolver como um líder da nova geração?

 

 

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*