Raio-X das Eleições: Eleito, Bruno Covas gastou R$ 250 mil com redes sociais; Arthur do Val, do Patriota é o campeão de gastos na web

Por Eduardo Micheletto / Foto: Divulgação

Se a guerra pelos votos foi vencida pelo candidato Bruno Covas (PSDB), o mesmo não ocorreu nas redes sociais, já que o candidato do Patriotas, Arthur do Val, mais conhecido como Mamãe Falei foi o que mais gastou na disputa eleitoral, foram gastos cerca de R$ 295 mil reais na realização de impulsionamentos  nas redes sociais, como  no Facebook e Instagram. Nas urnas, Arthur terminou em quinto lugar, com 9,78% da preferência do eleitor paulistano.

Eleito, Bruno Covas gastou cerca de R$ 230 mil, sendo que a maior parte desde montante foi utilizado no segundo turno. Uma estratégia utilizada para conter o franco crescimento do seu oponente, Guilherme Boulos, do Psol, que gastou cerca de 110 mil.

Com uma campanha criativa, o candidato soube cativar os jovens com jingles, lives e programas como “Café com Boulos”.  Para se ter uma ideia do fenômeno “Boulos nas Redes Sociais”, os vídeos feitos pelo candidato do PSOL ultrapassaram a marca de  11 milhões de visualizações. Os vídeos de Covas tiveram 70 mil.

Numericamente, Boulos (foto) foi o candidato que mais recebeu curtidas, compartilhamentos e comentários em seus posts, mas também precisou publicar mais que seus adversários. Para cada post feito pelo pessolista houve em média 7.200 interações.

Para o Jornalista e Consultor de Marketing Digital da Mitto Comunicação, Eduardo Micheletto, “As eleições reforçaram a importância do uso das mídias sociais como um espaço de comunicação e de debate político. Até 2010, a estratégia dos candidatos era estar presente nas ferramentas mais populares e,  normalmente, agir na rede como ação complementar de divulgação dos conteúdos das mídias tradicionais. Hoje a sociedade digital exige mais interação, e as campanhas políticas são realizadas por candidatos, eleitores e militantes”, finaliza.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*