Regularização fundiária reconduz Ney Lyra ao 4º mandato, em Bertioga

Parlamentar levou tranquilidade a pessoas que temiam perder as casas, em Bertioga

Por Aristides Barros / Foto: Divulgação

O vereador Ney Lyra (PSDB), que foi reeleito em Bertioga, vai para seu quarto mandato convicto de que sua atuação legislativa contribui simultaneamente com a população e com a cidade, que são alvos diretos de ações que ordenam igualitariamente o desenvolvimento social do município.

Entre os diversos serviços realizados no curso do mandato, que está finalizando, as atividades voltadas à regularização fundiária consumiram grande parte da atuação do vereador e o sucesso da empreitada que o leva para o novo exercício no legislativo bertioguense.

A reeleição é a soma e resultado prático da Lei Nacional de Regularização Fundiária, aprovada em 2017, mesmo ano em que ele iniciou seu terceiro mandato e que, desde então, vem empunhando a bandeira da regularização fundiária em Bertioga.

“É o reconhecimento de um trabalho de quatro anos, que não se resume em apenas quatro meses de campanha política”, afirma o vereador, apontando que, em 2017, o mandato foi quase que totalmente preenchido com trabalhos voltados à regularização fundiária.

Nei conseguiu, junto ao deputado João Papa (PSDB), uma verba de mais de R$ 1 milhão, já depositada na Caixa Econômica Federal, para a regularização do Jardim Vicente de Carvalho I e II, Recanto Alegre, Jardim Paulista, além de convênios com o Estado nos programas Regulariza Bertioga e também no Cidade Legal, por meio do qual o Sítio São João. está sendo regularizado. Também já está em processo de regularização o Mangue Seco, além dos 220 títulos de posse emitidos para moradores do Jardim Ana Paula. No núcleo Ilha I, cerca de 100 famílias vão ter suas situações de moradias regularizadas.

Para isso dar certo, aconteceram centenas de reuniões com as comunidades, pois os moradores queriam e querem segurança jurídica porque temem perder suas casas. Em função disso, acreditaram no projeto de Ney Lyra.

“Já entregamos quase mil títulos de posse e temos mais três mil títulos em vias de ser entregue. Para o próximo ano deveremos chegar a seis mil títulos, até fechar em 10 mil famílias atendidas. Ninguém nunca trabalhou a regularização fundiária em Bertioga”, desabafou.

Indo para o quarto mandato com amplo reconhecimento popular de seu trabalho, o parlamentar refuta a ideia de vir a se candidatar a prefeito da cidade, o que já foi cogitado por seus simpatizantes e apoiadores.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*