Regularização leva esperança à comunidade da Vila Bom Jesus

Expectativa: Parte esquecida da badalada praia de Maresias recebe ações da gestão Felipe Augusto
Por Lailson Nascimento / Fotos: Laerton Santos

A comunidade da Vila Bom Jesus, no bairro de Maresias, em São Sebastião, vive clima de expectativa para a chegada de melhorias que prometem transformar o cotidiano da população. Se saneamento básico e pavimentação podem parecer ‘banais’ para quem já tem acesso, na Bom Jesus a infraestrutura só vai chegar graças ao processo de regularização fundiária iniciada pela gestão do prefeito Felipe Augusto (PSDB).

Valdecir Batista, de 52 anos, abriu seu restaurante na Vila Bom Jesus há cerca de 2 anos. À época, regularização de terras na comunidade não passava de uma promessa até então vaga e distante para os moradores. Em 2019, a promessa foi cumprida, o bairro se valorizou e seu comércio tende a melhorar, como avalia Batista.

“A regularização fundiária é um passo muito importante para a população da Vila Bom Jesus. Agora sabemos que o saneamento básico, que é tão importante para o ser humano, vai chegar no bairro. Estou aguardando a minha documentação ansiosamente”, falou.

A operadora de caixa Natalia Lopes, 27, faz coro com Batista. “Com a regularização, esperamos e apostamos que outros serviços públicos virão junto. Mas estamos muito contentes, porque esse é o primeiro governo que olha por nós”, elogia Natalia em relação à equipe de Felipe Augusto.

O encarregado de manutenção Valmir de Jesus, 48, reconhece que a regularização fundiária é um primeiro passo, mas pondera que a administração municipal precisa, na visão dele, “acelerar mais.” “Está tudo parado, lento. A prefeitura não traz nada para Maresias”, opina.

TRABALHO – O Núcleo Bom Jesus, em Maresias, é um dos 21 núcleos informais que estão sendo regularizados pela Secretaria Municipal de Habitação e Regularização Fundiária. No local são 108 lotes, cuja área total supera os 30,6 mil metros quadrados.

Responsável pela força tarefa, a Secretaria de Habitação foi criada em 2017 pela atual gestão. O objetivo do governo é envolver cerca de 5 mil unidades imobiliárias, beneficiando mais de 20 mil sebastianenses.

Solange de Maresias elogia trabalho de regularização

Vereadora por três mandatos em São Sebastião, a líder comunitária da Vila Bom Jesus, Solange Rodrigues, a Solange de Maresias, procura fugir das críticas comuns para elogiar a gestão do prefeito Felipe Augusto (PSDB). Na política desde 1996, ela recorre à história para enaltecer a importância da regularização fundiária na comunidade.

De acordo com Solange, o governo federal repassou a titularidade de terras ao município de São Sebastião em 2007, período em que o trabalho de regularização já poderia ter iniciado. “Mas nenhum prefeito fez”, dispara a líder comunitária.

Depois de contextualizar todo o processo, Solange ressaltou os benefícios que chegam logo depois da oficialização da titularidade de imóveis. “Moro nesta casa [localizada na Rua Atlantis] desde 2004, mas ela não é minha, é da prefeitura. Por causa disso eu não consigo imposto, não consigo água da Sabesp, minha água vem da cachoeira. Tudo isso complica muito a nossa vida, e por isso vai melhorar bastante com a regularização.”

Para finalizar a entrevista, a ex-vereadora fez questão de frisar que “não adianta ficar só na crítica”, num claro recado à classe política. “A oposição fala como se o prefeito não estivesse trabalhando, mas ele está. Defeitos todos os políticos têm, mas é preciso mostrar o que está sendo feito”, concluiu.

TRABALHOS SEGUEM NO BAIRRO – Na data em que esteve na Vila Bom Jesus, a reportagem observou que equipes de manutenção já estavam no local. O assessor da Regional de Maresias, Marcelino Moreira Santos, garante que os serviços são constantes na comunidade.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.