Sabesp e Daee abrem as portas para visitação da barragem Ponte Nova, em Biritiba Mirim

Em visita monitorada, órgãos estaduais explicam como é o funcionamento de barragem e satélite do tempo

Por Gabriel Dias / Foto: Bruno Arib

Na manhã desta terça-feira (10), a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) e o DAEE (Departamento de Águas e Esgoto) abriram as portas para visitação da barragem Ponte Nova, em Biritiba Mirim – próximo a Salesópolis, na região do Alto Tietê.

Na visita, engenheiros, técnicos e diretores de ambos os órgãos estaduais explicaram como é o funcionamento da barragem, e quais são as manobras que são feitas no reservatório em dias de chuva e seca.

Operando atualmente com 78% de sua capacidade, cinco vezes mais do que a represa do Cantareira, o reservatório Ponte Nova atende grande parte da região Leste de São Paulo. Um conjunto de cinco represas, pois além da Ponte Nova existem também a de Paraitinga, Biritiba, Jundiaí e Taiaçupeba.

Estes cinco reservatórios, chamados de sistema do Alto Tietê, atendem aproximadamente 4,5 milhões de pessoas na Zona Leste de São Paulo, segundo funcionários da Sabesp.

Radar meteorológico monitora temperatura da região Sudeste

O espaço, além de ser usado para o represamento da água, possui radar que faz o monitoramento de chuvas, especificamente, num raio de cobertura de 240 km, abrangendo cerca de metade do Estado de São Paulo.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*