Samu 192 Regional Mogi das Cruzes explica sobre os fatores de risco do câncer de mama

O mês foi o primeiro do calendário a ter um significado especial, cujo símbolo é uma cor

Da Redação / Foto: Divulgação

O Outubro Rosa tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. A data aparece na lembrança de todo brasileiro, identificada pela fita cor de rosa.

O câncer de mama é formado pelo crescimento celular de maneira desordenada e o desenvolvimento de um ou mais nódulos na mama. Quanto antes detectar a doença, maiores são as chances de cura. Os principais sintomas são: nódulos nas mamas ou nas axilas; inchaço de toda ou parte de uma mama, mesmo que não se sinta um nódulo; edema (inchaço) da pele; eritema (vermelhidão); inversão do mamilo; assimetria das mamas; espessamento ou retração da pele ou do mamilo; secreção pelos mamilos; inchaço do braço e dor na mama ou mamilo.

Fatores de risco

Suas causas estão ligadas ao histórico de câncer – não apenas de mama – na família, incluindo parentes de terceiro grau. Sedentarismo, má alimentação, acúmulo de gordura corporal (sobrepeso e obesidade) e consumo de bebida alcoólica também são perigosos, assim como a não amamentação (sabe-se que amamentar é um dos fatores protetores), uso de anticoncepcionais e a menopausa.

Autoexame

O autoexame é essencial à prevenção, deve ser feito usando as pontas dos dedos, tateando o seio, fazendo movimentos de fora para dentro em direção ao mamilo, realizando, depois, movimentos circulares.

“Observe as mamas em busca de alterações visíveis. Verifique, por exemplo, se a pele está vermelha ou descamando, que pode ser sinal de reação alérgica ou de câncer. Levante também os braços nesse processo de observação das mamas”, orienta Fabio Caxico, do Núcleo de Educação e Pesquisa do Samu 192 Regional Mogi das Cruzes.

“Observe se há alterações no mamilo: se era para fora e passou a ficar para dentro. Note, ainda, se há presença de líquido que saia espontaneamente. Muitas vezes, esse pode ser um problema benigno conhecido como ectasia ductal, mas também é um sintoma de câncer”, finaliza.

Exercícios físicos e uma dieta saudável e balanceada ajudam a prevenir a doença. A amamentação também pode ser responsável por reduzir os riscos de tumores. É importante ressaltar que esses hábitos não eliminam a importância de fazer o autoexame nem a mamografia regularmente.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*