Santa Casa de Birigui comemora resultados nos serviços de Itaquá

Entidade está a frente da UPA do Caiuby e do CS-24h

Por Lailson Nascimento / Foto: Bruno Arib

Fundada em 1935, a Santa Casa de Birigui não chegou a atuar no combate à gripe espanhola, pandemia que aconteceu entre 1918 e 1919. O que a entidade não esperava era auxiliar, 85 anos depois, no combate a uma nova pandemia mundial: a Covid-19.

Em Itaquaquecetuba desde maio, a OSS (Organização Social de Saúde) assumiu a gestão da UPA do Caiuby e do CS-24 horas, no Centro, justamente no período do novo coronavírus.

Apesar do desafio, a diretoria da OSS garante que está “dando conta do recado”. No CS-24 horas a média de atendimentos é de 450 pacientes por dia, número que vem aumentando. Na UPA já foram atendidos 12,7 mil pacientes desde o início do hospital de campanha.

“Implantamos melhorias como o serviço de UTI móvel, tomográfo, escalas médicas, de enfermagem e administrativas adequadas à necessidade da demanda; inclusão de fisioterapeutas 24h, farmacêutico 24h e serviço social. Temos, ainda, a adequação dos fluxos de atendimentos e atendimento informatizado em todas as unidades, entre outras”, observa a OSS.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*