Santiago entrega certificados a formandos de curso

O vereador eleito explicou que apoia o projeto CPPU por já ter frequentado outro cursinho. Foto: Divulgação

 

Por Lailson Nascimento

De Itaquá

 

Mais de 20 estudantes da região do Parque Piratininga, em Itaquaquecetuba, concluíram o Cursinho Popular Pimentas Unifesp (CPPU). Originário da universidade instalada no bairro dos Pimentas, em Guarulhos, o cursinho formou sua primeira turma de Itaquá. Em evento realizado na Escola Estadual Piratininga III, os formandos receberam certificados do vereador eleito Carlos Alberto Santiago (PSD), principal apoiador do projeto o.

No próximo fim de semana (dias 5 e 6 de novembro), os estudantes aplicarão tudo aquilo que aprenderam durante o CPPU durante a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Coordenador do cursinho preparatório, o químico Hatiro Narazaki, o Tio Hatiro, explicou que a maior parte das pessoas que participam do CPPU consegue ingressar na universidade pelo Enem. “Estamos com o projeto há mais de 6 anos e preparamos os estudantes para o vestibular e para o Enem.”.

Há um ano em Itaquá, Tio Hatiro disse que a ideia de instalar o cursinho no Piratininga nasceu da parceria com Santiago. “Nesses sete anos que estamos em Guarulhos, muitos estudantes de Itaquá nos procuravam. Como sabemos, é grande a diferença de um estudante de escola pública para um de escola particular, pois o de particular se prepara, enquanto que o de escola pública não. Portanto, todos estão em pé de igualdade”.

Presente à entrega dos certificados, Santiago elogiou os formandos pela determinação em participar do cursinho preparatório. “Vocês estão bem preparados. A partir de agora, as portas vão começar a se abrir. Educação é o caminho e as oportunidades sem dúvida virão”.

IMG_1986O vereador eleito explicou que apoia o projeto CPPU por já ter frequentado outro cursinho. “Participei do Educafro por um ano, e foi um diferencial. Eu prestei vestibular na USP, passei, mas por uma questão financeira, não consegui frequentar aquela universidade. Acabei optando por uma faculdade mais próxima de Itaquá. Mas o cursinho foi um divisor de águas, para que eu realmente tivesse condições de disputar em pé de igualdade um espaço em uma universidade pública”.

Santiago também adiantou que o próximo objetivo é ampliar o cursinho. “Queremos oferecer cursinho pré-universitário, cursinho preparatório para concursos públicos, ou seja, queremos oferecer projetos de formação para as pessoas. Inclusive, para moradores de outros bairros. Educação vai ser primordial no nosso trabalho político”, reforçou.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*