Secretária de Cultura de Mogi fala sobre ações de destaque realizadas pela Pasta

Secretaria promove o reconhecimento dos patrimônios históricos e culturais da cidade

Por Giovanna Figueiredo / Foto: Bruno Arib

Cultura. Pode ser entendida como os comportamentos, tradições e conhecimento de um povo. Isso inclui suas músicas, danças, língua, comidas típicas e muito mais. No mês em que Mogi das Cruzes comemora 461 anos de história, o tema escolhido para as festividades foi “ReDescubra Mogi. Viva a nossa cidade”. E nada melhor para viver essa redescoberta do que a cultura, que diz tanto sobre um povo e uma cidade.

“A partir deste primeiro ano de mandato e deste primeiro aniversário, vemos a Mogi que a gente vive e que nos orgulhamos. Viva a nossa cidade, descubra e redescubra, a arte, o patrimônio, o estar e ser uma pessoa que vive em Mogi. Esse resgate começa agora e seguirá como pilar da nossa gestão”, explicou a secretária municipal de Cultura, Kelen Chacon, em entrevista à GAZETA.

A secretária conta que os oito primeiros meses da gestão foram para entender, conhecer tudo que a cidade tem, ver o que pode ser potencializado e o que pode ser incluído, e elaborar os próximos passos. Agora, com a gestão já estruturada, a Pasta começa a ganhar traços deste mandato.

Essa gestão mostra um olhar voltado para o incentivo à leitura, o reconhecimento dos patrimônios históricos e culturais de Mogi, além do incentivo aos artistas da cidade.

“Esses são elementos fundantes de qualquer sociedade. É preciso conseguir ler bem, é preciso conseguir refletir sobre o que se lê, para que se consiga interpretar a sua vida, o contexto em que se vive, e poder transformá-lo. Sem esse conhecimento não é possível, nem mesmo, perceber que o momento histórico de hoje traz elementos que já se arrastam há séculos. Só é possível transformar-se, construir um novo futuro, uma nova perspectiva para as próximas gerações, se compreendermos bem aquilo que nos determinou historicamente e aquilo que hoje é nosso cotidiano. Por isso, todas as nossas ações passam por essas questões de análise crítica e também pela educação.”

Essas marcas destacadas por Kelen ficam claras já na programação de aniversário do município. Entre as principais atrações está a ‘1ª Feira Literária de Mogi’, a ‘Expo Arqueologia’, shows de cantores da cidade no Theatro Vasquez e outros espaços culturais, passeios guiados pelo Centro histórico e muito mais. Tudo isso no decorrer do mês de setembro.

“Agradeço imensamente a todos os mogianos que vieram antes de nós e construíram nossa cidade com toda a sua beleza. A história não começou hoje, mas ela não está totalmente acabada, com isso, a gente só pode enxergar que o nosso futuro será ainda mais brilhante. O que vem por aí é uma Mogi jovem e totalmente preparada para o futuro. Espero que aqui seja cada vez mais o lugar de gente feliz”, finalizou.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*