Tida como empresa que só tira da cidade, Sabesp presta contas sobre Salesópolis

Estatal afirma que já investiu R$ 4,9 milhões do total de R$ 22,5 milhões de contrato válido por 30 anos

Por Lailson Nascimento / Foto: Bruno Arib

Ainda que Salesópolis garanta boa parte da água que a empresa estatal comercializa em toda a Grande São Paulo, a Sabesp deixa, para a população salesopolense, a ideia de que ela só tira do município, sem contrapartidas. Diante da situação, a GAZETA pediu um balanço dos investimentos realizados por ela na cidade. Confira nota na íntegra:

“A Sabesp informa que investiu em Salesópolis, de 2018 a 2020, R$ 4,9 milhões em melhorias nos sistemas de água e esgoto, do total de R$ 22,5 milhões previstos nos 30 anos de contrato (R$ 7,9 milhões em água e R$ 14,5 milhões em esgotamento). O município conta com uma estação de tratamento de água, além de poço profundo que atende os distritos de Remédios e Bragança, e duas estações que tratam 100% do esgoto coletado.

A Companhia vem realizando sistematicamente obras no município. Em 2019, ampliou o atendimento nos bairros Narciso e Prolop (como 2,8 mil metros de novas redes de água e esgoto) e na Vila Ademar, no Distrito dos Remédios (com 1,2 mil metros de novas redes). Na região central do município, renovou 1.000 metros de redes coletoras, o que contribuiu para a melhoria do sistema de esgoto na cidade. Em 2020 foram iniciadas obras no bairro Totozinho Cardoso, que, até julho, receberá 1.200 metros de novas redes de água.

De 2018 a 2020, foram realizadas a renovação mil metros de redes de distribuição de água, 500 trocas preventivas de ramais e 1,2 mil substituições de hidrômetros, em vários bairros. Trata-se de serviço contínuo e fundamental para a redução de perdas e melhoria no sistema.

A partir de 2023 está prevista a implantação de um novo reservatório de água, que dobrará a capacidade de reservação na cidade. Com as obras em andamento e os demais investimentos previstos no contrato, os serviços de saneamento continuarão em evolução em Salesópolis, garantindo mais saúde e qualidade de vida à população.”

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*