Trânsito do Alto Tietê já matou mais de 150 pessoas em 2 anos, aponta Infosiga

GAZETA leva em consideração apenas 8 cidades da região; homens são a maioria das vítimas fatais

Por Gabriel Dias / Divulgação

Dados do Infosiga (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo) apontam o número de mortes em vias municipais em oito cidades do Alto Tietê: Mogi das Cruzes, Itaquaquecetuba, Suzano, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Arujá, Santa Isabel e Guararema. Destas cidades se destacam, em número de mortes no trânsito, Mogi, Itaquá e Suzano. O que também chama atenção é que, em todas as cidades, a maioria das vítimas são homens com idades entre 17 e 80 anos.

Mogi, segundo o Infosiga, registrou no primeiro semestre de 2018 26 mortes no trânsito. Já em 2019, no mesmo período, foram 25 óbitos.

Itaquá, no primeiro semestre de 2018, teve 10 mortes em acidentes de trânsito. No mesmo período de 2019, subiu para 11. Devido a isso a cidade manifesta interesse de inserir 49 radares em pontos estratégicos, mas ressalta que todos os equipamentos serão visíveis.

Suzano, de janeiro a junho de 2018, teve sete mortes. Em 2019, de janeiro a julho, são nove casos fatais no trânsito – 89% destas pessoas eram homens.

Poá registrou no primeiro semestre de 2018 sete mortes, já no mesmo período deste ano, uma morte. Ferraz de Vasconcelos registrou no primeiro semestre de 2018 três mortes, ao passo que em 2019, de janeiro a junho, apenas um óbito.

Em Arujá, no primeiro semestre de 2018 e de 2019, foram dois óbitos. Em Santa Isabel, de janeiro a junho de 2018, teve uma morte no trânsito, já no mesmo período deste ano, subiu para três vítimas fatais – todos eram homens. Guararema, no primeiro semestre de 2018 e também de 2019 registrou apenas uma morte.

PREFEITURAS – Apenas Mogi e Suzano se manifestaram em relação às mortes no trânsito e sobre a existência de radares em vias municipais.
Suzano, por exemplo, conta com 11 radares dentro da cidade. Já Mogi conta com mais de 15, entre eles, dispositivos que fiscalizam avanços em semáforos.

“São fundamentais para educação e conscientização no trânsito, e diminui o número de mortes”, ressaltam Mogi e Suzano, que vão em desencontro com o que diz o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), que almeja acabar ao menos com os radares móveis em estradas brasileiras.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.