Vereador de Biritiba quebra o silêncio e fala sobre discussão com munícipes

Ele afirma que não tem nenhum envolvimento com os desvios de merenda e que sua família vem sofrendo ameaças

Por Giovanna Figueiredo / Foto: Divulgação

Após a matéria publicada no site da GAZETA na última terça-feira (22), o vereador Leonardo Venâncio Molina (Pode), o Raposão, que até então não havia se manifestado sobre sua discussão com munícipes na sessão ordinária do dia 22, resolveu se manifestar.

Em sua nota ele afirma que não tem nenhum envolvimento com os desvios de merenda e que sua família vem sofrendo ameaças. A GAZETA disponibiliza, na íntegra, os apontamentos do vereador. Confira:

“Cumprimentando-a, cordialmente, venho pelo presente, em atenção à vossa solicitação e disponibilização de esclarecimentos a serem prestados à população na “GAZETA”, informar e esclarecer o quanto segue:

1 – De início, não posso deixar de agradecer a oportunidade de levar à população Biritibana e, em especial, os eleitores que me concederam o mandato parlamentar que honrosa e dignamente venho exercendo, com certeza, desagradando a grande maioria dos meus opositores e principalmente dos oportunistas, que fazem uso das Normas Regimentais da nossa Casa de Leis, utilizando a Tribuna, para fazerem-se “aparecer e fazer campanha eleitoral antecipada”, sem quaisquer preocupações com os princípios morais, éticos, familiares e sociais que norteiam as ações dos homens de bem;

2 – Inicialmente, quero pedir desculpas a toda a população, inclusive os que estavam presentes na última Sessão Ordinária do dia 21 de outubro passado, assim como todos os meus eleitores pelos fatos que ocorreram;

3 – Quero esclarecer que, além de Vereador em exercício em nossa cidade, também sou um ser humano e tenho vários conhecidos e amigos muitos estimados, além obviamente de meus queridos eleitores familiares, esposa e dois filhos;

4 – Tenho certeza que a maioria da população Biritibana não tem conhecimento, mas minha esposa e meus filhos, vem sofrendo ofensas, afrontas, ultrajes e gracejos, especialmente, minha querida e jovem filha que vem sendo alvo de “bullying” em todos os locais que frequenta, encontrando-se inclusive em tratamento psicológico, graças às ações criminosas, oportunistas e eleitoreiras de pessoas sem escrúpulos, princípios morais, educação e respeito ao próximo;

O uso da Tribuna da Câmara Municipal está regulamentada no Regimento Interno e previsto em Lei Orgânica, todavia, não como instrumento de politicagem barata, descarada, ofensiva e ultrajante a quem quer que seja, inclusive, os Vereadores;

5 – De outro lado, quero esclarecer a todos que a denúncia oferecida contra minha pessoa perante o Juízo Cível da Vara da Fazenda Pública de Mogi das Cruzes, em Primeira Instância, foi recusada e determinado o arquivamento da denúncia pelo Juiz, por não existir qualquer prova de que tenha, este Vereador, desviado merenda escolar do Município, como querem fazer crer a oposição e os oportunistas de plantão de toda espécie, sem honra e moral;

6 – Assim, não posso deixar de ressaltar que a ação dos envolvidos, em verdade, tratou-se de uma a armadilha traiçoeira, uma cilada, ratoeira e emboscada circense, justamente para atacar a honra deste Vereador com inverdades, mentiras e acusações infundadas, já rejeitadas pelo Poder Judiciário em Primeira Instância;

Todos que assistiram ao vídeo maldosa e maleficamente divulgado puderam perceber que os envolvidos invadiram o Plenário da Câmara Municipal, de onde deveriam ser retirados, dai porque, um de nossos Nobres Pares acionou a Polícia Militar para comparecer ao local e restabelecer e garantir a Segurança e a Ordem Pública, que fora ameaçada;

7 – Por fim quero consignar que, de fato e comprovadamente, meu trabalho junto a toda a população biritibana, especialmente a mais carente, especialmente na área da saúde, sem qualquer restrição de bandeira eleitoral, vem despertando sentimentos de inveja, deixando nítida a sensação de consternação, choque, perturbação e inconformismo com meu trabalho diário, incansável, o qual muitas vezes tem início na madrugada e termina no final da noite, sempre realizado com recursos próprios e sem qualquer apoio do Poder Executivo, especialmente do Senhor Prefeito, que ao contrário, vem tentando dificultar minhas ações em prol da população carente e necessitada na área da saúde.

Com essas informações e esclarecimentos, deixo meu abraço e votos de agradecimentos à toda a população biritibana.”

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*