Vereador Diegão de Mogi pede ao governo do estado que agilize cirurgias eletivas e de urgência em lugar seguro

Da Redação / Foto: Divulgação

Após receber diversas queixas dos munícipes mogianos que estão encontrando dificuldades em fazer cirurgias eletivas ou de urgência, como as de vesícula, hérnia, varizes, tireoide ou as relativas à oncologia, coração, ortopedia e prótese, dentre outras, o vereador Diegão resolveu fazer um ofício ao governador João Doria, solicitando a possibilidade de agilizar esses procedimentos em um lugar seguro, longe dos pacientes internados por Covid-19, para evitar risco de contaminação a essas pessoas.  

“O que pedi é que o governo do estado arrume uma ala ou centro cirúrgico separado para que se faça cirurgias eletivas ou de urgência ou, então, que veja a possibilidade de utilizar alguma unidade, em parceria com a Prefeitura, para atender logo esses pacientes, que já estão tendo que aguardar muito tempo, muitas vezes com dores ou risco de sequelas e até mesmo de vida, porque quem tem câncer não pode esperar muito para retirar um tumor, por exemplo”, opinou Diegão. 

Para o vereador, as pessoas hipertensas, diabéticas, idosas, com problemas respiratórios ou pertencentes a qualquer grupo de risco, necessitam ser operadas e ficarem internadas em local separado e, de preferência, distante dos portadores de coronavírus.  

“O fato é que, quanto mais tempo tiverem que esperar, já que os hospitais estão atendendo, prioritariamente, os doentes de Covid-19, maior ficará a fila de espera e vai virar um caos. Por isso, espero que o governador volte os olhos também para essa questão”, antecipou o parlamentar. 

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*