Vereadores apuram suposta fraude cometida contra Prefeitura de Mogi

Funcionário que era responsável pelo sistema de pagamento dos servidores está preso desde outubro de 2019; apuração da Polícia segue em andamento

Da Redação / Foto: Divulgação

A CEV (Comissão Especial de Vereadores), que apura junto ao Poder Executivo as denúncias do desvio de verba da folha de pagamento de servidores municipais, se reuniu com representantes da empresa SMARAPD Informática, na tarde de quinta-feira (5), para obter informações acerca do sistema utilizado pela Prefeitura de Mogi das Cruzes para a gestão da folha de pagamento dos servidores.

De acordo com uma denúncia feita pela administração municipal ao MP-SP (Ministério Público de São Paulo), em outubro do ano passado, o chefe de divisão que fazia a folha de pagamento, José Luiz Jurioli Filho, fraudava o sistema e transferia dinheiro público para sua conta pessoal. A ação acontecia desde 2017 e gerou um prejuízo de mais de R$ 1 milhão de reais à prefeitura. Com a denúncia, o servidor foi detido pela Polícia no dia 18 de outubro de 2019.

O Legislativo, por sua vez, criou uma Comissão Especial de Vereadores para acompanhar o caso. A comissão, formada pelos vereadores Mauro Araújo (MDB), Caio Cunha (PV) e pastor Carlos Evaristo (PSD) foi instalada no dia 29 de outubro de 2019.

Na reunião, Cunha questionou a segurança por parte do executivo por ter permitido acesso total ao funcionário que era apenas o operador do sistema. “Ele estava ali para operar o sistema e não para mexer na base de dados, por que esse cara tinha esse privilégio, um login próprio criado pela própria prefeitura?

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*