Vitória dos trabalhadores e vitória do povo

Da Redação / Arte: André Jesus

O cancelamento do contrato da prefeitura bertioguense com a Viação Bertioga tem dois grandes vencedores: os funcionários da empresa e a população.

Ambos são vitoriosos da luta que durou muitos anos, brigada sem nenhuma participação dos políticos da cidade – que assistiram de camarote o combate sem buscar solução à tragédia sobre rodas, causadora de enorme desgaste emocional e físico ao povo e aos trabalhadores.

Prefeito e vereadores do atual mandato e de outros passados pegaram um saco de pipocas e acompanharam à distância. Ver problemas e se dizer preocupado com eles é uma coisa, resolvê-los é outra. Não fazer nada para saná-los é o maior problema.

Na tela, os trabalhadores deflagraram sucessivas greves – só este ano foram cinco – e a população usuária do transporte penava a cada paralisação.

Na última e decisiva greve os funcionários derrubaram a empresa, que por diversas vezes os atirou ao chão, sufocando-os com o não pagamento de salários e demais benefícios trabalhistas.

Como é véspera de eleições, pegaria mal não fazer nada contra quem aparentava ter mais poder que os eleitos, fazendo e acontecendo com os empregados e agonizando a população, tornando o dia a dia dos bertioguenses uma longa espera de soluções pelo fim do drama.

No término de tudo, a prefeitura – eleitoralmente falando – decidiu cancelar o contrato da empresa. Findado o problema, vê-se que o povo unido vence quem não faz e pode vencer quem só promete fazer. O aviso está dado.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*