Zé Biruta mantém 53 cargos ilegais na prefeitura, diz Tribunal de Contas

Prefeitura diz que contratações foram rescindidas, mas nomes aparecem na lista de empregados

Por Gabriel Dias / Foto: Bruno Arib

O TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo) divulgou nesta semana uma lista com 85 nomes de funcionários públicos que ocupam cargos irregulares na Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos. As contratações aconteceram na época do antigo prefeito José Izidro Neto (MDB) e, de acordo com o TCE, os servidores foram admitidos para suprir funções como a de agentes comunitários de saúde, controle de vetores, auxiliar de consultório dentário, regulação médica, cirurgião dentista, enfermeiro, farmacêutico, fisioterapeuta, médico psiquiatra, motorista, nutricionista, técnico em enfermagem e em Raio X.

Em uma pesquisa no site da transparência da prefeitura, dos 85 nomes, 53 deles aparecem na lista de funcionários ativos, sendo que em apenas 41 dos casos estão disponíveis informações a respeito de salários. Somados, os vencimentos dos 41 servidores comissionados ultrapassam os R$ 84 mil.

De acordo com o TCE, o que motivou o erro dessas contratações foi a ausência de critérios de contratação, como a avaliação psicológica dos candidatos. Outras razões, como por exemplo, a vigência das contratações após o tempo estipulado, o fato das contratações e recontratações serem praticadas constantemente, a admissão de médico psiquiatra mediante a simples avaliação curricular sem que fosse aplicada prova escrita são fundamentos que completam as irregularidades.

O Tribunal de Contas ainda ressalta que o prefeito José Carlos Fernandes Chacon (PRB), o Zé Biruta, foi notificado sobre as irregularidades, embora tenham acontecido em gestões anteriores. Em resposta ao TCE, a equipe de Biruta disse fazer ações a fim de sanar os problemas e que as contratações já se encontram rescindidas, no entanto, não é o que parece, já que os mesmos nomes que estão na lista do TCE ainda aparecem como atuantes na prefeitura.

Gazeta Regional

Fundada por Laerton Santos no início dos anos 2000, a GAZETA tem como principal missão integrar as dez cidades que compõem a região do Alto Tietê, tendo como diferencial o olhar crítico que define a linha editorial do veículo. Em busca de contato cada vez mais próximo com seu público, o jornal tem investido na cobertura diária, utilizando as mídias digitais para esse fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*